sábado, 31 de dezembro de 2011

FELIZ VIDA NOVA

5... 4... 3... 2... 1... Contagem regressiva para 2012!
De repente, num instante fugaz, os fogos de artifício anunciam que o ano novo está presente e o ano velho ficou para trás... O que você fez com ele?!?

Chegamos ao último dia de 2011. (Ufa!!! Finalmente chegou!)
Você pode olhar para trás e lamentar por aquilo que deixou de viver, por frases que deixou de dizer ou beijos que deixou de trocar. Ou você pode olhar para frente e preparar o terreno para os dias que ainda não viveu e para os sonhos que pretende realizar.
Rituais de passagem são bons neste sentido... Parecem nos credenciar a recomeçar seja qual for o lugar de onde tenhamos parado.
Mario Quintana, certa vez, escreveu: “Morri? Não. Ressuscitei. Que isto da passagem de um ano para outro é um corriqueiro fenômeno de morte e ressurreição - morte do ano velho e sua ressurreição como ano novo; morte da nossa vida velha para uma vida nova”.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

DEPENDE DE VOCÊ

"Jamais haverá ano novo, se você continuar a copiar os erros dos anos velhos."
Luís de Camões

Todo final de ano é a mesma coisa: as pessoas se enchem de pensamentos positivos, energias renovadas e, claro, muitos objetivos e metas para serem alcançados na vida pessoal e na profissão.
Com as empresas não é diferente. Esse é o momento de fazer o balanço daquilo que deu certo, das estratégias que não funcionaram, das conquistas e perdas e, principalmente, de elaborar as novas metas e perspectivas para o próximo ano.
Se você deseja ter sucesso nesse balanço o melhor é pensar em metas que dependam, senão exclusivamente, em grande parte de você! De nada adiante pensar em metas que deverão ser cumpridas pelos seus filhos, pelo seu sócio ou apenas por seus colaboradores. O grande resultado de um próspero ano novo depende do grau de comprometimento e persistência que você mesmo exercitará.

sábado, 24 de dezembro de 2011

O VALOR DO NATAL

A melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida... Obrigada!
Um Santo e Feliz Natal a todos os leitores do Lounge Empreendedor...

O ciclo natalino começa hoje e vai até o dia de Reis, 6 de janeiro. Viver a essência deste período é uma missão daqueles que conseguem manter em si a ingenuidade de uma criança, a esperança de um amanhecer ensolarado, a ternura de um botão de rosas, a leveza de uma linda borboleta no ar...
É preciso ter magia e esperança no coração!
Árvore, estrela, velas, presentes, cartões, comidas típicas, o presépio... O Natal é uma festa que envolve a todos de maneira universal, abrangente e calorosa. Uma das mais coloridas celebrações da humanidade é também a maior festa da cristandade, a civilização surgida do cristianismo no Ocidente - época em que toda a fantasia era permitida.

sábado, 17 de dezembro de 2011

COMPRAS DE NATAL

Durante as festas de final de ano, mais do que em qualquer outra época, somos estimulados a comprar, comprar e comprar. Pode parecer gostoso, mas além de possíveis problemas financeiros, esse consumo impulsivo pode trazer também impactos ambientais graves levando à exploração excessiva dos recursos naturais e interferindo no equilíbrio estabelecido do planeta.

"A sociedade de consumo tem, claramente, um forte encanto e traz consigo muitos benefícios econômicos. Também seria injusto argumentar que as vantagens obtidas por uma geração anterior de consumidores não deveriam ser compartilhadas pela geração seguinte. Todavia, o aumento disparado do consumo na última década – e as projeções alucinantes que logicamente dele derivam – indica que o mundo como um todo se verá, em breve, frente a um grande dilema."
(Gary Gardner em O Estado do Mundo, 2004)

Por isso, que tal aproveitar o Natal para pensar em um novo posicionamento?

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

CARREIRA E EMPREGO

"Há sempre um momento no tempo em que uma porta se abre e deixa entrar o futuro."
Graham Green

Saber o momento certo para mudar de emprego não é fácil. É preciso ver além do salário e dos benefícios oferecidos e ter certeza do caminho que se pretende seguir em longo prazo. Quais são as suas metas? De que forma você pretende se engajar na sua profissão?
A verdade é que uma grande parcela dos jovens que chegam ao mercado de trabalho não faz distinção entre emprego e carreira. Muitos chegam às empresas planejando ficar apenas alguns meses no cargo. Outros não conseguem visualizar as etapas necessárias para transformar a oportunidade do emprego em um importante passo à carreira. A busca por resultados imediatos e, normalmente por aumento de salário, pode encerrar ciclos profissionais prematuramente.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

GESTÃO ESTRATÉGICA PARA A SUSTENTABILIDADE


O que a Vale do Rio Doce, a PROMON, a Caixa Economica Federal e a sua pequena empresa podem ter em comum?!?
Muito simples: a certeza de que nenhuma empresa é uma organização isolada e que os aspectos da responsabilidade social empresarial e da sustentabilidade necessitam ser urgentemente incorporados em suas estratégias de negócio.
Várias vezes já escrevi no Lounge Empreendedor sobre a construção de uma nova economia  (olha só o link para alguns destes posts). Pequenos negócios podem (e devem) gerar lucro, mas também podem contribuir para um mundo mais verde, includente e responsável. A vivência genuína daquilo que chamamos de "desenvolvimento sustentável" requer uma nova cultura que inclua a ética no centro das relações e a incorporação das práticas de sustentabilidade na gestão dos negócios.
Pode parecer complicado, mas não é.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

SIMPLES NACIONAL

Desde que foi implantado o Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições - Simples Nacional, em 2007, a União, os estados e os municípios arrecadaram R$ 130 bilhões pelo sistema. A informação, segundo o presidente do Sebrae Nacional, Luiz Barretto, mostra a importância das iniciativas em prol das MPEs. 
Barretto comentou ainda que o Simples aumentou o recolhimento de impostos no País, ao ampliar a base de arrecadação. "No início, em 2007, a arrecadação da União, dos estados e dos municípios era de R$ 8,3 bilhões. Em 2011, até o mês de outubro, já foram recolhidos R$ 34 bilhões. É um regime em que todos ganham: as empresas, a sociedade e o governo. Aumenta a formalidade e a base de arrecadação", analisou Barretto. 

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

DIA INTERNACIONAL DE COMBATE A CORRUPÇÃO


Um Dia Internacional de Combate à Corrupção. Sim, esse dia existe e é hoje! Mas não basta que o dia exista. É preciso que a sociedade civil se prepare para debater o tema e assumir um papel cada vez mais participativo no fortalecimento das atividades de controle social no país e de seu impacto na prevenção e combate à corrupção. 
Mas para que possamos assumir esse papel é importante que antes os conceitos de controle social e corrupção estejam mais claros do que nos discursos políticos ou notícias do Jornal Nacional. Se desejarmos envolver todos os grupos nas discussões, precisamos retirar alguns termos que ficam na abstração, que incomodam, mas que poucos sabem como lidar.
Comecemos pelo assunto do momento...

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

FESTA DE FIM DE ANO NA EMPRESA

 
O período de final de ano é marcado por uma grandes quantidade de eventos. Costumo dizer que se aceitasse todos os convites, passaria dezembro sem ver minha família e iniciaria o novo ano com uns 5 quilos a mais. Afinal, são tantas empresas, fornecedores, clientes e até os amigos promovendo algum tipo de encontro para fortalecer o bom relacionamento comercial que a agenda parece bem menor do que a demanda.
Se assim como eu, você vive essa cilada, saiba que tem um evento que você não deve faltar: o da sua empresa!
A grande maioria das organizações promove ao final do ano uma festa de confraternização entre os colaboradores como forma de agradecimento pelos resultados atingidos, pelos prejuízos amenizados ou, pelo menos, para proporcionar uma maior interação entre os grupos de trabalho, chefia e subordinados.

sábado, 3 de dezembro de 2011

FORÇA DE VIDA

Desde quarta-feira não consegui pensar em outro tema para a coluna do MogiNews desta semana senão Ale Rocha. Poucos são os mogianos que não se emocionaram com sua luta nos últimos seis anos. Mais do que me emocionar, eu tive a chance de estar com ele algumas vezes e de, com orgulho, passar a considerá-lo meu amigo.
Amigo daqueles que diverge nas opiniões, socorre nos momentos de aperto e se emociona por toda e qualquer conquista. E que conquista pude celebrar nessa última semana... Depois de um difícil dia de trabalho, sem acesso Internet, estava voltando para casa quando vi uma troca de tweets entre o @estadodecirco e a @anarina que me fez parar o carro.


quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

FALSIDADE NO TEATRO EMPRESARIAL


O ambiente que o teatro pode proporcionar é mágico. É fascinante a cumplicidade que se estabelece entre artistas e público, a possibilidade do ator ser quem quiser, quando quiser, onde quiser e a liberdade do espectador para analisar, criticar, se emocionar e ultimamente, interagir e se pronunciar. 
Para o teatro não existem temas impossíveis. A arte de representar dá vida a todas as possibilidades e a imaginação é sem limite. Através de mecanismos de linguagem influente e com alto poder de síntese, a representação proporciona múltiplos e diversificados impactos em diversos públicos. Tenho certeza que você já "se viu" em algum personagem ou situação representados no teatro.
Pois é... Pense, agora, na rotina de trabalho da sua empresa...

FÓRUM DE PESQUISA EM EMPREENDEDORISMO


Hoje e amanhã (dias 1º e 2/12) será realizado, no Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper), o 1º Fórum de Pesquisa em Empreendedorismo, uma parceria da R.E.D.E. Sebrae-SP e da Associação Nacional de Estudos em Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas (Anegepe).
O objetivo do encontro é reunir professores pesquisadores de empreendedorismo e educação empreendedora de São Paulo e do Brasil para debates, palestras e workshop.

Pesquisadores renomados estarão presentes para tratar das temáticas:
- Pesquisa de MPEs na visão de inteligência de mercado;
- Sustentabilidade, Empreendedor Cultural, Educação Empreendedora e Mulheres Empreendedoras;
- A pesquisa do empreendedorismo no Brasil;
- Mostra de Pesquisas em Empreendedorismo e Gestão de MPEs;
- Pesquisa e Extensão.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

DIA MUNDIAL DE LUTA CONTRA A AIDS


Amanhã, 1º de dezembro, comemora-se o Dia Mundial de Luta Contra a AIDS e a prevenção da doença em jovens gays de 15 a 24 anos de classe baixa é o foco principal da campanha deste ano, realizada pelo Ministério da Saúde. O outro tema é o respeito a quem vive com AIDS, direito que defendo e que sei que envergonha muitas famílias de quem tem ou convive com a doença. O objetivo da campanha é fazer com que a sociedade reflita sobre a discriminação tendo como base esse dois pilares.
Na verdade, a escolha dos jovens gays vem do fato da epidemia de AIDS registrar tendência de aumento entre eles. No geral, a doença ainda continua preocupante para os homens que fazem sexo com homens. Por outro lado, a Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou sua campanha mundial para o período de 2011 a 2015 que traz como tema "Zero Aids related deaths" (tradução livre: "Morte Zero relacionada à AIDS").

sábado, 26 de novembro de 2011

MATURIDADE PROFISSIONAL

Não é mais novidade, afirmar que as competências e o comportamento dos funcionários são mais importantes para as empresas do que os conhecimentos técnicos apresentados no currículo. Formação acadêmica, cursos extracurriculares e todo e qualquer esforço pessoal no sentido de aprimoramento de conhecimentos técnicos perdem o sentido sem habilidades e atitudes compatíveis com os cargos e atribuições da função.
Tenho certeza que você já ouviu falar em (ou até mesmo foi rotulado como) profissional júnior, pleno e sênior? Muitas vezes, tais classificações não refletem apenas o nível de conhecimento dos colaboradores, mas (principalmente) suas experiências, vivências e maturidade, dentro e fora da empresa.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

SÉCULO DAS MULHERES

Sempre resisto à tentação sexista de separar homens e mulheres quando o assunto é competência, mas o fato é que carregamos um passivo histórico quando falamos em igualdade de gêneros. Apesar das discussões políticas, midiáticas e acadêmicas sobre oportunidade e equidade travadas nas últimas décadas, muitas ideias sexistas ainda permeaim a cultura brasileira e explicam parte das diferenças socias, econômicas, ocupacionais e comportamentais entre os gêneros.
Minha alegria é saber que cada vez mais as mulheres estão presentes em quase todas as atividades humanas, inclusive em algumas antes exclusivas do universo masculino, como na chefia de governos. É o caso do Brasil, que em 2010 elegeu sua primeira presidenta da República, Dilma Rousseff, a qual desde então vem trabalhando para ampliar a participação das mulheres em diversos escalões de seu governo. Já são dez ministras em 38 Ministérios. Um bom número, não acham?

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO


Começou hoje uma excelente oportunidade para as pequenas empresas ampliarem sua base de clientes e o acesso a um mercado ainda pouco explorado no segmento: as compras governamentais.
O Fomenta Nacional 2011, evento que reune oferta e demanda deste mercado, está acontece em São Paulo nos dias 23 e 24 de novembro e tem a expectativa de reunir cerca de 1,5 mil empresas e promover 750 oportunidades nas rodadas de negócios entre empresários e gestores públicos.
A idéia é que todos ampliem seus conhecimentos sobre o mercado de compras governamentais, que anualmente movimenta R$ 254 bilhões em compras da União, estados e municípios de acordo com dados do Ministério do Planejamento.

sábado, 12 de novembro de 2011

EM QUE DEVEMOS ACREDITAR?


Sempre que ouço as pessoas utilizando o dicionário empresarial para resolver os desafios de suas vidas me pergunto: “será que tudo aquilo que se aplica às empresas pode ser automaticamente aproveitado em nossas vidas?”
Há pouco mais de 5 anos, o conceito de planejamento estratégico trouxe as palavras cenário e tendência para o centro das reflexões e decisões empresariais. Entretanto, será que toda tendência merece ser seguida sem o questionamento de outros possíveis caminhos e estratégias? Será que o cenário construído por analistas e consultores contempla todas as possibilidades?
São tantos "serás" que me sinto numa música da Legião Urbana. “Será que nada vai acontecer? Será que é tudo isso em vão? Será que vamos conseguir vencer?”

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

VEM CHEGANDO O 13º SALÁRIO

Até o dia 30 de novembro, as empresas devem fazer o pagamento da primeira parcela do 13º salário no Brasil, que equivale a 50% do seu valor integral. Dinheiro extra é sempre motivo de alegria e para o empreendedor, motivo de preocupação caso o fluxo de caixa esteja apertado ou se sua projeção esteja inconsistente.
Para o trabalhador a dúvida normalmente fica entre quitar as pendências com contas atrasadas, comprar os presentes de Natal, guardar para os impostos do início do próximo ou até mesmo investir em uma poupança ou ações.
Segundo estimativa do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), aproximadamente 78 milhões de brasileiros serão beneficiados com o pagamento do décimo terceiro salário que deverá njetar cerca de R$ 118 bilhões na economia brasileira - aproximadamente 2,9% do PIB. Beneficiam-se deste valor, os trabalhadores do mercado formal, inclusive os empregados domésticos e beneficiários da Previdência Social, aposentados e beneficiários de pensão da União e dos estados.

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

REAJUSTE DO SIMPLES

"País rico é país sem pobreza. E país sem pobreza é um país com classe média forte"
(Dilma Rousseff)


A presidente Dilma Rousseff sancionou hoje o projeto de lei que altera o Simples Nacional e o Empreendedor Individual. A cerimônia, marcada para as 11 horas, no salão nobre do Palácio do Planalto, contou com a presença de ministros, parlamentares, empresários e integrantes de instituições de apoio aos micro e pequenos negócios, como o Sebrae.
O projeto é de iniciativa do Executivo e depois de enviado ao Congresso no dia 9 de agosto, foi aprovado por unanimidade na Câmara (31 de agosto) e no Senado (5 de outubro). A medida reajusta em 50% os limites de enquadramento e o teto da receita bruta anual das empresas do Simples Nacional. O da microempresa passa de R$ 240 mil para R$ 360 mil e o da pequena sobe de R$ 2,4 milhões para R$ 3,6 milhões. O teto do Empreendedor Individual (EI), categoria jurídica em vigor desde julho de 2009, aumenta de R$ 36 mil para R$ 60 mil por ano.

DIREITOS HUMANOS

Incentivar o empresariado brasileiro sobre boas práticas que promovam os direitos humanos no meio corporativo é algo que pode parecer distante do universo da estratégia, mas que não pode ficar de lado quando pensamos nos impactos das empresas e na promoção de sua responsabilidade social, tanto na gestão dos negócios quanto no controle de sua cadeia de valor.
Embora no Brasil, os direitos humanos costumam estar associados à violência contra presos, contra mulheres e crianças; o assunto é uma questão de mercado, e de mercado de trabalho. Enquanto o Estado tem o dever de proteger os direitos humanos de seus cidadãos; a empresa tem o dever de respeitá-los, independentemente da realidade política, tributária e fiscal na qual esteja inserida. Não há justificativa para que as empresas aceitem trabalho escravo ou infantil. Não há razões para não promover a equidade de gênero e raça bem como a admissão de pessoas com deficiência.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

EMPREENDEDORISMO NA ISTOÉ


A.D.O.R.E.I. a última revista Istoé (sábado, 04 de novembro). De uma forma muito, mas muito simples, as jornalistas Adriana Nicacio e Fabíola Perez levaram para as páginas da revista dicas e cuidados para quem sonha em ser dono de um negócio próprio e aproveitar o momento favorável do cenário econômico brasileiro.
Como nem todo empreendedor nasce sabendo, eu trouxe a matéria na íntegra para o Lounge Empreendedor e eu espero que vocês gostem também!
Boa leitura!

sábado, 5 de novembro de 2011

MEDIDAS DO TEMPO

"Tudo tem o seu tempo determinado e há tempo para todo
propósito debaixo do céu: há tempo de nascer e tempo de morrer;
tempo de chorar e tempo de rir; tempo de abraçar e tempo de afastar-se;
tempo de amar e tempo de aborrecer; tempo de guerra e tempo de paz."
(Eclesiastes)


Panetones nas prateleiras dos supermercados, decoração natalina nos shoppings e pinheirinhos à venda não deixam dúvida: o Natal está chegando. E, com ele, aquele comentário tradicional: "como esse ano passou rápido!". Dizemos e ouvimos isso ano após ano, principalmente quando o final do segundo semestre dá seus primeiros sinais. O tempo parece estar com pressa.
Na verdade, o tempo continua sendo o tempo. O problema é que a gente cresceu e a percepção de que os dias passam de forma mais acelerada acontece porque nós mesmos estamos vivendo mais acelerados. Muitas demandas, muitas informações, muitos resultados.
A globalização da economia, vencendo as fronteiras do tempo e do espaço, nos dá a impressão de que qualquer atividade pode ser feita a qualquer hora e em qualquer lugar. E pior: sem nos darmos conta do quanto isso acontece a qualquer preço, seja a ausência da família, dos amigos ou da nossa própria saúde.

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

AMAZÔNIA SUSTENTÁVEL

Evento em Belém nos dias 16, 17 e 18 de novembro organizado pelo Fórum Amazônia Sustentável e Articulação Regional da Amazônia marcará nova fase na cooperação de organizações da sociedade civil nos países da bacia amazônica. Inscrições e detalhes da programação: www.forumamazoniasustentavel.org.br/apan


Pesquisadores, comunitários, empresários e organizações socioambientais do Brasil, Bolívia, Equador, Colômbia, Peru e Venezuela se reúnem nos dias 16, 17 e 18 de novembro em Belém para discutir desafios e oportunidades comuns na perspectiva do desenvolvimento sustentável da Amazônia. Esses países têm em comum muito mais do que parte de seus territórios cobertos pela maior floresta tropical do planeta. Eles compartilham a responsabilidade de conservar para o futuro a floresta, tão importante, internamente para seus povos, quanto para o resto da humanidade. Por outro lado, têm à disposição mananciais de recursos naturais e riqueza biológica que, explorados de modo sustentável, poderão levá-los a uma forma de desenvolvimento capaz de gerar economias robustas sem destruir a floresta.
Esse desenvolvimento, porém, ainda é uma meta ambiciosa. Mas há claros sinais de que essa é uma das tarefas que os países amazônicos devem assumir juntos nas próximas décadas se quiserem enfrentar desafios como as mudanças climáticas, o desmatamento, as drásticas mudanças no uso do solo e a exploração desregrada do ambiente, incluindo aí diversas formas de apropriação indevida, desrespeito aos direitos dos povos das florestas e as políticas públicas equivocadas.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

SAÚDE E EMPREENDEDORISMO

"O maior erro que um homem pode cometer é sacrificar
a sua saúde a qualquer outra vantagem."
(Arthur Schopenhauer)

Desde que iniciei os posts da série "Nem Todo Empreendedor Nasce Sabendo", converso com vocês sobre questões ligadas ao empreendedorismo, liderança, inovação, sustentabilidade, gestão de negócios, novas mídias, educação ou comportamento humano. Entretanto hoje resolvi lembrá-los de cuidados básicos relacionados a algo que antecede qualquer uma dessas questões: a saúde.
Talvez a recente notícia sobre o câncer que acometeu nosso ex-presidente ou experiências pessoais junto a amigos muito próximos tenham me feito pensar sobre o aparentemente impossível diálogo entre a vida empreendedora e a uma constante conduta preventiva de saúde.
Saúde não pode insumo para a competitividade do seu negócio. A boa alimentação, a visita ao médico com regularidade, a atenção aos sinais do corpo, a prática de exercícios físicos são atitudes que ajudam a prevenir o surgimento de inúmeras doenças, como o câncer. Sem falar em vícios como o fumo e o álcool.
Uma alimentação deficiente em nutrientes e em substâncias protetoras oferece maior risco para o câncer se instalar no seu organismo e ainda reduzem sobremaneira sua capacidade de concentração e conseqüentemente, sua produtividade. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), os principais fatores que aumentam as possibilidades do aparecimento da doença são o baixo consumo de fibras e altos níveis de gorduras no organismo. A dieta preventiva contra o câncer é feita à base de frutas, verduras, legumes e grãos com baixa quantidade de gorduras e calorias. Ou seja, uma dieta ideal também para quem sofre de hipertensão, colesterol alto ou diabetes.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

ADOLESCENTES VERSUS OBSOLECENTES


Por Luiz Algarra*

Nós nos esforçamos, por tantos anos, para manter nosso foco, que agora estamos estranhando o modo multitarefa como nossos jovens vivem e, já começamos a falar em mal funcionamento das novas gerações.
Durante um tempo, as pessoas mais velhas se referiram à informática (lembram desse termo?) como algo importante que merecia ser aprendido. Hoje, apontam para os jovens e dizem que há algo errado numa geração sem foco, dominada pela tecnologia digital, com um enorme déficit de atenção e pouca profundidade temática. Nossos filhos não estão se encaixando em nossas projeções e por isso estamos pensando que pode haver algo de errado com eles.
Creio que estamos chegando a um ponto importante da história do uso da tecnologia, no qual os jovens conectados passam a disputar mercado com seus preceptores e por isso passam a ser repelidos com uma série de rótulos. Por que o abismo tecnorrelacional entre as gerações vem se acentuando? Porque, para muitos de nós com mais de quarenta anos, a intensidade e variedade dos objetos de linguagem já atingem uma velocidade quase insuportável.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

O DRAGÃO CONTRA AS MPEs

"A inflação está para a economia assim como a falsificação está para a moeda."
Millôr Fernandes

Por Bruno Caetano*

Que a inflação é ruim para a economia nacional isso todo mundo sabe. Mesmo os que tem menos de 20 anos e não viveram a o período da chamada "cultura inflacionária" sabem que as baforadas do dragão da inflação queimam bolsos e sonhos.
O que pouca gente ainda atentou é que além de corroer o poder de compra, a alta recente da inflação tem causado sérios prejuízos a competitividade da nossa economia, especialmente da indústria. Segundo recente estudo do Banco Credit Suisse, o IPCA brasileiro tem subido mais do que a inflação média dos países com que mantemos relações comerciais.
Aqui a inflação subiu de 4,5% para 7,2% nos 12 meses encerrados em agosto de 2011, enquanto a taxa média de nossos parceiros comerciais avançou de 2,9% para 4,3% no mesmo período, tornando seus produtos muito atrativos no mercado brasileiro.

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

LICENCIAMENTO AMBIENTAL


NEM TODO EMPREENDEDOR NASCE SABENDO

Os empreendedores paulistas ganharam mais incentivos que facilitam os trâmites de obtenção de registros e licenças para suas empresas.
Agora, em São Paulo, está à disposição o novo Portal de Licenciamento Ambiental da Cetesb. Aliás, como nem todo empreendedor nasce sabendo, é bom lembrar que desde 07 de agosto de 2009, passou a vigorar a Lei Estadual 13.542, de 08.05.2009, que criou a nova CETESB - Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, incorporando em suas atribuições a regulamentação do processo de licenciamento ambiental do Estado.
A idéia sempre foi facilitar a vida dos empreendedores e candidatos a empreender deixando com a CETESB a exclusidade em ser a única porta de entrada dos pedidos de licenciamento ambiental, que eram anteriormente solicitados por quatro departamentos do Sistema Estadual de Meio Ambiente: o Departamento Estadual de Proteção dos Recursos Naturais - DEPRN, o Departamento de Uso do Solo Metropolitano - DUSM, o Departamento de Avaliação de Impacto Ambiental - DAIA e a própria CETESB.

sábado, 29 de outubro de 2011

ALÉM DA BOA INTENÇÃO

“As empresas são agentes sociais no processo de desenvolvimento, cuja dimensão não se restringe apenas a uma determinada sociedade, cidade ou país, mas envolve o modo como se organizam e principalmente atuam, por meio de atividades essenciais”. A frase, de autoria de Herbert de Souza demonstra com clareza a responsabilidade das empresas – ouso dizer, de toda a comunidade – no combate às desigualdades e no melhor aproveitamento do potencial humano em prol do desenvolvimento do nosso país.
Estar presente nos bastidores do 14ª edição do Teleton, transmitido pelo SBT na sexta (21/10) e sábado (22/10), me deu a clara dimensão da forma como isso pode acontecer. A maratona beneficente em prol da AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente) arrecadou R$ 26.802.633,00 graças a ampla participação de empresas - de vários portes e segmentos -, artistas, atletas, sociedade civil e, inclusive, talvez, com sua. Com isso, duas novas unidades da instituição serão construídas: uma em Campina Grande (PB) e outra em Vitória (ES). A AACD erguerá as novas sedes e o governo ficará responsável por sua manutenção.
Betinho ficaria orgulhoso ao acompanhar tamanha integração.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

SOBREVIVÊNCIA AUMENTA NO PAÍS


Os pequenos negócios brasileiros permanecem em cenário saudável de sobrevivência. Segundo o novo estudo do Sebrae Nacional sobre o tema, divulgado na última semana, de cada 100 MPEs abertas no Brasil, 73 permanecem em atividade após os primeiros dois anos de existência, período considerado crítico para se manter no mercado.
A metodologia do Nacional não utiliza pesquisas de campo, mas emprega a base de dados da Receita Federal com informações sobre formalização e funcionamento dos pequenos negócios. Segundo Luiz Barretto, presidente do Sebrae Nacional, a mudança irá possibilitar a divulgação anual do índice, dando início a uma série histórica, que trará uma radiografia dos estados brasileiros.
A taxa nacional evoluiu de 71,9%, com base nas empresas que abriram suas portas em 2005, para 73,1%, referente aos empreendimentos abertos em 2006, período de início do Simples Nacional, que trouxe vantagens tributárias para as micro e pequenas empresas. As indústrias são as que mais contribuíram para este quadro crescente. De cada 100 empresas abertas, 75,1% permanecem ativas nos dois anos seguintes. Em seguida, aparecem comércio (74,1%), serviços (71,7%) e construção civil (66,2%).

EQUILÍBRIO E DISCIPLINA

Enquanto a maioria dos profissionais almeja o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, a pressão para se fazer cada vez mais em menos tempo consome diariamente nossas agendas. Ficamos atordoados com o acúmulo de tarefas e muitas vezes, a frustração acompanha o alcance (suado) dos resultados esperados.
Pior do que o cansaço físico, a conseqüência dessa árdua jornada envolve também a falta de eficácia nas atividades profissionais, problemas familiares e psicológicos e até mesmo a perda da saúde. No lugar de ascensão na carreira e melhor qualidade de vida, vamos imergindo numa rotina que nos tira o eixo e nos faz perder o controle sobre a própria vida.
Driblar essa situação não é fácil. Afinal, a maioria das pessoas mal percebe o quão imersas estão na rotina e sentem-se sem um instante sequer para planejar e organizar suas prioridades, sejam elas profissionais ou pessoais. 
Quem em seu ambiente de trabalho já não teve a sensação de viver apagando incêndios causados por problemas que não param de aparecer? 

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

INTERNACIONALIZAR PARA CRESCER


Ontem divulguei no Lounge Empreendedor a pesquisa realizada pelo Sebrae sobre a quantidade de empregos gerados nas pequenas empresas no mês de setembro. É bom quando pesquisas podem comprovar aquilo que defendemos e acreditamos.
Pois bem... Hoje é dia de falarmos sobre exportação.
Desde que bem planejada, a internacionalização dos negócios pode fazer parte da estratégia de crescimento de muitas empresas brasileiras de pequeno porte. E aquelas que se preparam para isso, já têm acompanhado bons resultados relacionados a essa modalidade de comercialização.
Vejamos primeiro os números...

terça-feira, 25 de outubro de 2011

EMPREGOS NAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS


Muitas pessoas duvidam quando falo sobre a força das pequenas empresas para a economia nacional. Já ouvi que sou apaixonada e por isso, suspeita sobre o que verbalizo aos quatro cantos do mundo: a transformação da sociedade brasileira se dará pelas mãos das pequenas empresas.
Pois, se você é uma das pessoas que precisa de números para acreditar na minha paixão, nesta semana o Sebrae divulgou várias pesquisas sobre o cenário das pequenas empresas. Apenas no mês de setembro, as micro e pequenas empresas geraram 130 mil vagas de emprego, o que corresponde a 62% do total. Há anos, os pequenos negócios têm sido os grandes geradores de postos de trabalho. De cada dez vagas abertas nos nove primeiros meses de 2011, sete estão no segmento. No total, elas contrataram 1,3 milhão de trabalhadores desde janeiro.
Os números foram levantados pelo Sebrae Nacional a partir de dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego. O ministério considera como micro e pequena empresa aquelas que possuem um quadro de funcionários de, no máximo, 49 empregados, nos setores de comércio e serviços, e 99 trabalhadores no setor industrial. Aliás, precisamos equalizar essa análise com a proposta recentemente aprovada no Congresso Nacional sobre os tetos e classificações de micro e pequenas empresas. Talvez tenhamos números ainda melhores sob essa nova perspectiva.
Em setembro, o setor de serviços e o comércio foram os que mais contrataram. As MPE de serviços empregaram 61,8 mil pessoas apenas no mês passado. As de comércio contrataram 39,5 mil e as micro e pequenas indústrias de transformação geraram 22,3 mil vagas. As outras sete mil contratações foram feitas pelos setores de construção civil, indústria extrativa mineral, serviços industriais de utilidade pública e pela administração pública. As pequenas propriedades rurais fecharam 4,4 mil postos de trabalho no mês.
A expectativa é que até o fim do ano as contratações continuem crescendo em função do aquecimento do comércio com a proximidade do Natal. A Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário (Asserttem) estima que o comércio abra 147 mil vagas temporárias até o Natal. A previsão é que 29% dos trabalhadores temporários sejam efetivados no emprego após as datas comemorativas.
Aliás, já falamos sobre esse tipo de contratação aqui no Lounge Empreendedor.
Que tal começar a se preparar?
Sua pequena empresa ganha, o mercado ganha e eu mantenho minha paixão por esta energia empreendedora capaz de gerar oportunidades e transformar a vida de tantas pessoas. 

sábado, 22 de outubro de 2011

KADAFI E VOCÊ

A morte de um ditador como Muamar Kadafi traz como efeito imediato um novo fôlego aos países árabes e diversos tipos de manifestações espalhadas por todo o mundo. Ao contrário do Egito e da Tunísia, que viram seus presidentes caírem após semanas de protestos pacíficos, os líbios entraram em luta armada para tirar Kadafi do poder. Independente da forma, a pressão popular em torno da luta pela liberdade mostra que a democracia é a saída para um futuro melhor seja no Oriente Médio ou aqui mesmo no bairro ao lado.
Como não sou cientista política, não pretendo discutir os impactos e conseqüências deste momento histórico para economia mundial. Mas, ao acompanhar as notícias e emoções causadas por tal morte, inevitavelmente me remeti a quantidade de ditaduras que nos prendem sem que ao menos nos questionemos a respeito de suas causas.
Empregos. Relacionamentos. Mídia. Tempo. Beleza. São inúmeras as ditaduras para as quais dedicamos grande parte de nossas vidas.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

CORRENTE DO BEM - TELETON 2011

Explicar os motivos que me levaram a aceitar o convite para participar da bancada de blogueiros do Teleton 2011 tem sido uma rotina desde o último domingo quando estivesse pessoalmente na AACD e anunciei que estaria ao vivo no palco do programa.
Meu envolvimento com causas sociais começou quando descobri a perda da minha mãe em decorrência da AIDS e se entendeu durante as aulas de pedagogia quando convivi com lições de educação realizadas na Casa Hope, APAE, Laramara e outras organizações de apoio a crianças com algum tipo de deficiência.
Em 1996, depois de um acidente de carro, conheci a AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente). Meu , então, noivo precisava de uma prótese que permitisse que nos casássemos e fizéssemos nossa viagem de lua de mel ao mesmo tempo que cicatrizasse o sério rompimento dos ossos de seu cotovelo, ombro e punhos. Foi assim que chegamos à AACD!
Se não fosse essa belíssima instituição talvez eu nem estivesse casada ;-)

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

INTERNET NO TRABALHO

Em tempo de profissionais cada vez mais conectados e bem informados, saber como utilizar a rede mundial de computadores sem abusos é uma tarefa das mais complicadas. São inúmeras as questões acerca da produtividade e do uso na internet no ambiente de trabalho. 
Uma pesquisa recém divulgada pela Trabalhando.com Brasil com 478 profissionais de todo o Brasil comprova algo que muitos gestores ainda duvidam: o uso da internet no ambiente de trabalho para fins pessoais pode aumentar a produtividade do trabalhador.
Sim! Pessoal e profissional podem caminhar juntos também na internet.
Quando a empresa mostra se preocupar com o que seus colaboradores precisam, eles se sentem valorizados e motivados e por isso, sua produtividade pode até aumentar. Estudiosos da Universidade de Melbourne, na Austrália foram os precursores nessa avaliação. Na ocasião, eles constataram que o uso da internet no ambiente profissional como forma de entretenimento ou descompressão foi capaz de aumentar em até 10% o nível de concentração e a produtividade dos trabalhadores.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

ERA DAS GRANDES RESPONSABILIDADES

Por Ignacy Sachs*

Manter a qualidade de vida para mais de 9 bilhões de habitantes vai exigir da humanidade uma visão mais pragmática de suas responsabilidades diante do planeta.

Tudo indica que antes da Rio+20, programada para meados de 2012, a Comissão Estratigráfica Internacional vai oficialmente proclamar que, desde o início da revolução industrial, no século XVII, entramos numa nova era geológica – o antropoceno –, caracterizada por um forte impacto das atividades humanas sobre o porvir da Nave Espacial Terra. Não que sejamos “mestres da natureza”, como o pensava Descartes. O recente tsunami que assolou as costas do Japão, nos arredores de Fukushima, nos lembrou a nossa impotência diante de eventos naturais deste porte: três enormes ondas de quase 40 metros de altura avançando a 300 quilômetros por hora e entrando dez quilômetros no interior das terras, destruindo portos, aldeias, derrubando casas, carregando barcos e carros, danificando uma central nuclear, acabando com a safra de arroz dessa importante província agrícola do Japão e com 80 mil empregos.
Necessitamos de uma postura proativa, avaliando com realismo a nossa capacidade de atuar, valendo-nos da qualidade única da espécie humana representada pela nossa capacidade de imaginar o futuro.

domingo, 16 de outubro de 2011

HORÁRIO DE VERÃO


Começou à meia-noite de hoje a maior temporada de horário de verão desde 1985, com previsão de 133 dias. Durante esse período, os relógios devem ser adiantados em 1 hora em 10 Estados das Regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, além da Bahia e do Distrito Federal.
Neste ano, o período será longo porque, quando há coincidência entre o dia previsto para o término do horário de verão e o domingo de carnaval, o encerramento deve ser no fim de semana seguinte. No caso, dia 26 de fevereiro de 2012. O objetivo é evitar que, no meio da folia, a população se esqueça de ajustar os relógios e aí, já viu... Imagine a bagunça!
O horário de verão foi cogitado pela primeira vez em 1784, por Benjamin Franklin, um dos homens mais influentes da história política e científica dos Estados Unidos. Partindo da observação de que, durante parte do ano, nos meses de verão, o sol nascia antes que a maioria das pessoas se levantasse, ele concluiu que, se os relógios fossem adiantados, a luz do dia poderia ser mais bem aproveitada.

sábado, 15 de outubro de 2011

FATOS DA SEMANA E O FUTURO

"Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela, tampouco, a sociedade muda."
(Paulo Freire)


Compra de carros importados contrabandeados, feriado nacional em homenagem à padroeira do Brasil, greves nos correios e nos bancos, protestos da sociedade civil em todo o país em marchas contra a corrupção, censura a programas e artistas da TV. Se você não teve assunto durante essa semana, certamente estava vivendo em outro planeta.
Por outro lado, se acredita que irá ler aqui uma nova visão sobre os crimes de contrabando, lavagem de dinheiro, direitos trabalhistas ou programas de televisão, pode interromper sua leitura, pois não pretendo atualizá-lo caso você realmente tenha estado em Marte nos últimos dias.
Na verdade, fiquei pensando em como poderia utilizar tais assuntos para uma homenagem diferente ao dia que não poderia dar um desfecho melhor a essa semana: o Dia do Professor!
Professores que junto às famílias têm grande responsabilidade pela transformação dessa realidade nacional. Até quando ficaremos calados frente a escândalos de corrupção? Até quando aceitaremos a demagogia de muitos em nome da democracia? Até quando esqueceremos que a base de toda transformação passa pela educação?

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

39 ANOS DE EMPREENDEDORISMO


O Sebrae comemorou seu 39º aniversário no último domingo, 09 de outubro de 2011, com marcos importantes para o apoio aos micro e pequenos negócios brasileiros: desde o início do ano, 1,2 milhão de empresas foram atendidas pelo Sebrae em todo o País e 900 mil negócios foram formalizados. É claro que a instituição não está sozinha nessa tarefa, mas reconhecer o esforço do Sebrae no fomento a uma nova cultura do trabalho e renda é um passo importantíssimo para aqueles que pensam (e desejam ver) o desenvolvimento do nosso país.
O atendimento aos 5,5 milhões de brasileiros donos de micro e pequenos negócios pode acontecer por meio dos quase 630 pontos de atendimento presencial do Sebrae ou pelos canais remotos. Apenas nos últimos dez anos, mais de 2,2 milhões de empreendedores foram capacitados nos cursos a distância. (isso é ou não é uma quebra do paradigma de que só presencialmente o aprendizado acontece?!?)
Somente de janeiro a setembro, o Sebrae capacitou mais de 36 mil empresas com soluções específicas e até 2014 serão investidos mais R$ 780 milhões em programas de inovação para as pequenas empresas brasileiras.
É claro que como apaixonada pela causa do empreendedorismo não poderia deixar de comemorar um aniversário tão especial...

O QUE INCOMODA VOCÊ?

Sempre que começamos a trabalhar em uma empresa nova achamos que ela é a melhor empresa do mundo. Chegamos motivados, repletos de expectativas positivas e com o desejo de contribuir rapidamente com os resultados do negócio.
Entretanto, logo percebemos que trabalhar em um ambiente corporativo nem sempre é divertido - e mais: nenhuma empresa é perfeita. A empresa perfeita depende de quem trabalha nela e isso inclui você! Se você faz parte do time de uma empresa e ela deixou de ser perfeita para você, reveja seus próprios conceitos, comportamentos e atitudes. Talvez o problema não esteja na empresa.
Há vários aspectos do dia a dia que acabam incomodando as pessoas de maneira diferente. Os motivos de estresse no local de trabalho costumam variar bastante de funcionário para funcionário, de empresa e também de país. Mas o fato é que não estamos em casa!
Uma pesquisa feita pelo LinkedIn, rede social para contatos profissionais com mais de 120 milhões de membros em todo o mundo e mais de 4 milhões no Brasil, revelou os fatores que mais irritam os profissionais em seus ambientes de trabalho.

domingo, 9 de outubro de 2011

DE SÓCRATES A STEVE JOBS

“A vida sem reflexão não merece ser vivida”
Sócrates
Se existiu alguma herança que Sócrates deixou para a humanidade, foi a chance de sempre nos questionarmos sobre nossas "verdades". Ainda na Grécia Antiga, por exemplo, esse grande homem deixou sua marca mostrando que a única coisa que sabia era que nada podia saber e estimulava todas as pessoas a se questionarem sobre a incompletude de seus saberes. A ferramenta que Sócrates utilizava era simples, porém muito poderosa: a pergunta.
Questionar-se. Quebrar paradigmas engessados. Construir utopias. Deixar de lado ideais preconcebidos. Buscar o novo. Esquecer crenças mobilizadoras. Inovar. Na era do conhecimento, do compartilhamento e da sociedade em rede, o ser humano continua sua busca irrefreável pelo controle da adversidade, pela busca de garantias e de respostas completas para apaziguar sua angústia frente ao inusitado.
Inusitado que na última quarta feira nos surpreendeu com a despedida de Steve Jobs não apenas da Apple, mas do mundo. Mesmo sem ser uma MacFag (para quem não sabe o que a palavra significa, quer dizer que nunca fui uma aficionada pelos produtos desenvolvidos pela empresa de tecnologia mais valiosa do mundo), sou uma das milhões de pessoas gratas a Steve por sua contribuição a esse mundo novo. Um mundo aparentemente caótico, mas inegavelmente mais criativo e solidário, onde podemos trabalhar, criar, desenhar, ler, pensar e viver em alta conectividade e velocidade.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

A REGRA É CLARA: FAIR PLAY

Em tempos de preparação para a Copa do Mundo e Olimpíadas no Brasil, a questão da honestidade e ética na preparação dos campeonatos tem sido pauta desde os mais sofisticados encontros de gestores até conversas entre amigos no elevador ou na mesa de bar.
É claro que além da transparência esperada na preparação da estrutura, o esporte traz para as empresas inúmeras analogias: bater recordes, compor times de trabalho, ter jogo de cintura, jogar limpo (ou sujo) nos processos. 
Associar sua empresa a atividades esportivas pode melhorar o comprometimento da equipe, rejuvenescer a marca, aumentar as vendas e/ou ampliar a força da sua imagem. Especialistas afirmam que se o conceito de “fair play” for aplicado no ambiente de trabalho, sua empresa só tem a ganhar.

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

MANIFESTO COR DE ROSA

As mulheres gostam de se cuidar. Essa máxima não fomos nós, nem ninguém que inventou. É um fato que está aí. No aumento de consumo de produtos de beleza. Na procura insana pelas novas cores dos esmaltes e assim por diante. O problema é que, quando se trata de saúde, tudo fica mais delicado. Ela não quer receber o diagnóstico positivo. Ninguém quer. Mas também não se previne. O pedido de exame fica lá no fundo da bolsa. 2 meses. 6 meses. 1.200 km depois, já tomou o outro rumo. Andou tanto tempo escondido que ela se esquece de fazer o exame. A grande verdade é que nunca dá tempo de fazer o que a gente não quer fazer. Para a mamografia entrar de vez na rotina preventiva das mulheres, tem que virar prioridade. Não dá para disputar com o projeto que precisa ser entregue o mais rápido possível no trabalho, muito menos com o tempo junto ao marido ou ao filho. Se ela não tiver espaço na agenda, o diagnóstico do câncer de mama continuará sendo tardio. Se existe o dia de ir ao salão de beleza e o dia de sar com as amigas, tem que existir o dia de colocar a prevenção em primeiro plano. O dia em que todas as mulheres com 40 anos ou mais deixam algumas coisas de lado para cuidar da saúde da mama. Com o dia rosa, as mulheres vão dar prioridade ao que hoje tratam como opção. 

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

PRIMEIRO DIA


Nunca saberemos o quanto estamos prontos para uma nova atividade até efetivamente passarmos por ela. Começar em um novo emprego é como voltar a ser criança e perceber que será preciso (re)aprender a dar os primeiros passos para conquistar um novo mundo!
Há exatamente uma semana, me vi pesquisando sites, lendo livros e dicas sobre o assunto e justamente por isso, resolvi preparar um post que abordasse resumidamente a questão para os leitores do Lounge Empreendedor. Se você está iniciando em um novo emprego, uma nova atividade ou até mesmo uma nova lotação dentro da empresa em que já trabalhava, provavelmente tem desafios bem semelhantes com os que eu vivi nos últimos dias.
Dizem que é raro termos uma segunda chance de causar uma boa impressão, e como geralmente isso é verdade, essa sensação acaba causando boa parte do stress do primeiro dia de trabalho. Além da preocupação com a imagem e impressão que geramos, existem as complexidades técnicas e funcionais que serão necessárias descobrir e entender.
Por isso, comece assumindo aquilo que você efetivamente é. Nenhuma dica fará sentido se você precisar fingir ser quem você não é.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

ELAS SAEM NA FRENTE


No último domingo, 25 de setembro, uma surpresa no Diário do Comércio me deixou muito feliz! Depois de representar bravamente os poucos homens presentes ao Encontro Empresarial de Mulheres de Negócios na Zona Leste, o jornalista André de Almeida publicou o texto a seguir.
Além de contar com um fator emocional muito forte, a palestra me permitiu conhecer e interagir com mulheres inteligentes, competentes e realmente dispostas a assumir o leme de suas carreiras e fazer a diferença no mundo de negócios!
Conheça aqui o material da palestra.

"As mulheres abrem duas vezes mais negócios do que os homens no mundo, totalizando mais de 9 milhões de empreendimentos, que movimentam algo em torno de US$ 3,6 trilhões e geram emprego para 27,5 milhões de pessoas. Para debater a importância e o crescimento das mulheres no mercado de trabalho e do empreendedorismo, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-SP), com o apoio da Distrital Mooca da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), promoveu, semana passada, o Encontro Empresarial Mulheres de Negócios.
Realizado no Círculo de Trabalhadores Cristãos de Vila Prudente, o evento teve a palestra Sensibilidade e Negócios, com Ana Maria Magni Coelho, gerente do Sebrae-SP/Alto Tietê, e um talkshow com a executiva e vencedora estadual do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios 2010, Rosana Sangiuliano.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

INOVAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE


NEM TODO EMPREENDEDOR NASCE SABENDO

A questão da inovação no Brasil passa por gargalos previamente conhecidos: infraestrutura, baixa qualificação profissional, insegurança jurídica, burocracia excessiva e oscilações dos programas de incentivo que ainda têm foco muito limitado à transformação industrial.
Pensar nos processos de inovação para a sustentabilidade passar por desmistificar o conceito de inovação restrita ao campo da tecnologia. Sustentabilidade aos pequenos negócios nada mais do que garantir sua competitividade ao longo do tempo pensando nos aspectos econômicos, sociais e ambientais. Inovação, por sua vez, relaciona-se a decisões e ações incrementais aos processos ou produtos do negócio de forma a agregar valor à forma como inicialmente tal processo era realizado.
Só isso? Claro que não. Mas isso já pode fazer muita diferença ao seu negócio.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

COPA DO MUNDO E AS PEQUENAS EMPRESAS

A mil dias do início da Copa de 2014, o Sebrae fortalece sua ação junto as pequenas empresas e promove uma série de eventos com empresários nas 12 cidades-sede para divulgar os números locais de um levantamento da Fundação Getulio Vargas sobre 456 oportunidades de negócios que surgirão com o mundial.  Cerca de 6,8 mil empresários já participaram dos seminários em todo o Brasil.
Em 2014, São Paulo será muito mais do que a capital do turismo de negócios no Brasil. A cidade deve receber, segundo o Ministério do Turismo, cerca de 258 mil turistas estrangeiros e aproximadamente 1,2 milhão de visitantes de todo o país. Estima-se que cerca de 300 mil micro e pequenas empresas paulistas, de todos os setores, terão chances de crescimento econômico com a chegada do mundial de futebol.
O Mapa de Oportunidades de Negócios para Micro e Pequenas Empresas nas Cidades-Sede é um levantamento inédito e pode abrir os olhos daqueles que ainda sonham em iniciar um negócio próprio ou incrementar o seu negócio atual em decorrência da Copa do Mundo de 2014 (antes, durante e após os jogos do mundial). O setor de comércio concentra 51% das possíveis oportunidades, seguido pelo de serviços (30%) e indústria (19%).

SUPERSIMPLES EM PAUTA

O Projeto de Lei da Câmara (PLC) 77/11 que altera a lei do Supersimples (Lei Complementar 123/06) está na pauta da Comissão de Constituição e Justiça (CAE) do Senado, da próxima terça-feira (20). O senador José Pimetnel apresentou, na noite de quinta-feira (15), parecer votando pela aprovação do projeto sem alterações. Para ele, qualquer mudança retardará a validação do projeto e a entrada em vigor dos ajustes propostos na lei. 
Entre as mudanças, o PLC aumenta de R$ 36 mil para R$ 60 mil o teto da receita bruta anual do Empreendedor Individual e a amplia em 50% as faixas e o teto da receita bruta anual das empresas do Simples Nacional - passa de R$ 240 mil para R$ 360 mil o da microempresa e sobe o da pequena de R$ 2,4 milhões para R$ 3,6 milhões. Além disso, cria o parcelamento, em até 60 meses, dos débitos das empresas do Simples Nacional e permite que as empresas do sistema possam exportar até o mesmo valor do seu faturamento bruto anual sem risco de exclusão.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Preferidos do Lounge Empreendedor