quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

CARREIRA E EMPREGO

"Há sempre um momento no tempo em que uma porta se abre e deixa entrar o futuro."
Graham Green

Saber o momento certo para mudar de emprego não é fácil. É preciso ver além do salário e dos benefícios oferecidos e ter certeza do caminho que se pretende seguir em longo prazo. Quais são as suas metas? De que forma você pretende se engajar na sua profissão?
A verdade é que uma grande parcela dos jovens que chegam ao mercado de trabalho não faz distinção entre emprego e carreira. Muitos chegam às empresas planejando ficar apenas alguns meses no cargo. Outros não conseguem visualizar as etapas necessárias para transformar a oportunidade do emprego em um importante passo à carreira. A busca por resultados imediatos e, normalmente por aumento de salário, pode encerrar ciclos profissionais prematuramente.
Se você voltar seus olhos apenas ao emprego - aquela atividade profissional que você exerce e que gera recursos para pagar as contas que vencem ao final de cada mês – você pode perder chances importantes de desenvolver sua carreira. Será que vale a pena deixar suas metas de lado para ganhar R$ 500 a mais aceitando uma nova proposta? Onde estão seus objetivos? O que era mesmo que você queria ser quando crescer?
Desenvolver uma carreira é cuidar desta visão e de uma série de decisões que você irá tomar, ao longo de sua vida profissional, para que as contas ao final do mês incomodem cada vez menos e que sua profissão seja cada vez mais reconhecida.
Se pudesse resumir em uma frase, diria que o emprego é uma atividade do presente e que a carreira é uma preparação do futuro. 
E, para cuidar dos frutos do futuro, muitas vezes é preciso aparar arestas no presente. Ser o jardineiro das possibilidades da sua vida profissional é uma responsabilidade que só cabe a você. Enquanto o emprego relaciona-se com decisões que são tomadas pela empresa, uma carreira depende principalmente de suas próprias decisões pessoais.
Quem tem os olhos voltados à construção de uma carreira entende que está em constante preparação para o próximo emprego, que sempre será melhor que o atual e que pode estar dentro ou fora da atual empresa. Já quem pensa em emprego, muda de empresa ou de cargo, mas não muda de patamar profissional. E pior: tem a chance de voltar atrás e reassumir posições já superadas por uma maior familiaridade e conforto. 
Para cuidar da carreira é preciso foco e ousadia. Alguém que esteja fazendo a mesma coisa há 5 ou 10 anos, sem alteração de função e salário, cuida do emprego. Alguém que esteja trabalhando em alguma empresa que não exige o conhecimento do inglês, por exemplo, mas decide estudar inglês por conta própria, está pensando em uma carreira. Os resultados podem não ser tão rápidos quanto os de um novo emprego, mas certamente são bem mais duradouros e gratificantes.
Aliás, vale destacar que não é necessário ficar mudando de empresa para construir uma carreira. Uma carreira inteira pode ser desenvolvida dentro de uma só empresa. Cada mudança de função que implique em mais responsabilidades e melhor salário é um passo adiante na carreira. 
Por outro lado, ter trabalhado em várias empresas, mas executando trabalhos semelhantes em todas elas, não é carreira. É uma sequência de empregos encadeados com pouca evolução e desafios que significa que o próximo emprego tende a ser muito parecido com o último, o penúltimo e o antepenúltimo.
Se o trabalho dignifica mesmo o homem, aproveite a chance para transformar essa atividade física ou intelectual em algo que valha a pena para o seu futuro. Faça, transforme ou obtenha resultados consistentes para o presente e para o futuro. Certa vez, ouvi de um amigo que quem não consegue construir uma carreira, procura emprego. Quem consegue, é procurado.
E garanto a vocês que isso é bem, mas bem, real!

2 comentários:

  1. Oi! Acabei de terminar o ensino médio e gostaria muito de começar a trabalhar para ter um dinheiro próprio e também adquirir experiência... Devo procurar algo relacionado com o que vou começar a cursar ano que vem, esperar e procurar estágios na faculdade ou posso me candidatar a qualquer vaga?

    ResponderExcluir
  2. Gabriela,
    Esse momento de transição entre o ensino médio e a vida adulta é um momento que parece sempre um beco sem saída.
    Mas fique calma... Tome suas decisões com foco naquilo que você quer ser quando crescer. Se vc já tem clareza sobre o curso que irá cursar e sente que tem oportunidades nesse caminho, vá adiante. Mesmo que ganhe um pouco menos do que em outras propostas pode valer a pena se mantiver os olhos no futuro. Para participar de programas de estágio, você necessitará estar matriculada, então terá que esperar um pouco mais.
    E quanto a procurar qualquer vaga... Wow!!! Qualquer vaga serve para qualquer pessoa. Só caia nessa tentação se neste momento você realmente precisar muito do emprego.
    Lembre-se que a essência do bom emprego é fazer aquilo que você gosta!
    Um beijo e sucesso...
    @AnaMariaCoelho

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário.
Ficarei feliz em conhecer sua opinião...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Preferidos do Lounge Empreendedor