sábado, 25 de agosto de 2012

NINGUÉM É INSUBSTITUÍVEL

"A mudança é a lei da vida. E aqueles que apenas olham para o passado 
ou para o presente irão com certeza perder o futuro." 
--  John Kennedy -- 


Sempre que converso com líderes de empresas ou empreendedores em empresas familiares percebo a preocupação cada vez mais intensa em ter uma ou duas pessoas preparadas para posições chave. Quem ficará no meu lugar se um dia eu me aposentar? Quem tocará a empresa em uma mudança estrutural?
O tema sucessão tem sido cada vez mais discutido à medida que as empresas amadurecem e percebem que lidar com as pessoas requer dedicação e tempo. Um sucessor não é apenas alguém em quem você possa confiar ou um funcionário exemplar em suas atribuições técnicas. Um sucessor é alguém que preconiza os valores da empresa, compactua de sua estratégia e luta por sua visão.

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

UM NOVO CONCEITO DE LOJA

Toda reforma interior e toda mudança para melhor dependem
exclusivamente da aplicação do nosso próprio esforço.
-- Immanuel Kant --


Sempre que alguém me diz (ou leio em algum lugar) que o Brasil já tem mais celulares do que habitantes, fico pensando no impacto geral que isso traz para o varejo e para as comunicações. Em 2011, chegamos à marca de 1,14 celulares por habitante segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). E, a tendência é que esse percentual continue a crescer; afinal, o povo quer falar cada mais e também acessar redes sociais, responder e-mails, ler as principais notícias, realizar transações bancárias, entre outras coisas, numa velocidade cada vez maior.
Nesse cenário, o varejo vem descobrindo um novo jeito de servir e de atender às necessidades do cliente. Não há mais espaço para o modelo tradicional de venda com um vendedor passivo atrás do balcão para esperar o pedido do cliente e, só então, mostrar as opções de mercadorias. Talvez, o advento da tecnologia tenha sido a razão pela qual as empresas de telefonia tenham sido uma das primeiras a incorporar o modelo de loja-conceito, mas seja qual for a razão é cada vez mais forte a necessidade de um novo olhar para o atendimento ao cliente.

terça-feira, 21 de agosto de 2012

CRÉDITO PARA AS PEQUENAS EMPRESAS



Na manhã de ontem, segunda-feira, 20, no Palácio dos Bandeirantes, aconteceu um grande evento para celebrar a marca de R$ 1 bilhão em empréstimos pelo Banco do Povo Paulista, entidade do Governo do Estado. Desde sua criação, em 1998, já foram beneficiados 252 mil empreendedores de São Paulo, que recorreram aos recursos para conseguirem começar o próprio negócio. Hoje são 496 unidades em 472 cidades paulistas.
O mais legal da forma como o Banco do Povo trabalha na facilidade do crédito - ainda que pareça um pouco burocrata, é bem mais fácil obter crédito do que nos bancos tradicionais. Para obter o financiamento, é necessário desenvolver uma atividade produtiva -formal ou informal - nos municípios contemplados pelo Banco do Povo, ter faturamento bruto de até R$ 360 mil nos últimos 12 meses, não possuir restrições cadastrais no SCPC, SERASA e CADIN Estadual. Além disso, no caso de pessoa física, deve residir na mesma cidade há mais de dois anos ou possuir negócio pelo mesmo período com endereço físico no município.Os valores disponibilizados para Pessoa Física vão de R$200,00 até R$ 10.000,00 e para Pessoa Jurídica (incluindo MEI) de R$ 200,00 até R$ 15.000,00. Nada mal para quem quer começar a empreendedor ou precisa renovar algum item de seu negócio.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

AS PEQUENAS EMPRESAS E A NOVA ECONOMIA


O ano é 2022. Há no Brasil cerca de 1,8 milhões de micro e pequenas empresas do setor de serviços, de um total de cinco milhões de MPE - isto se considerarmos apenas as empresas participantes do Simples Nacional. De 2012 até aqui, o percentual de crescimento foi de 33% o que retrata a realidade de um setor que se reinventou. A partir da robustez que já existia há dez anos – com participação em 56,1% do PIB, segundo o IBGE, a dinâmica do setor criou novos modelos de negócios, novas estratégias de atendimento, com espaços cada vez maiores de cocriação com os stakeholders, além de necessidades de consumo difíceis de imaginar a uma década. Quem pensou em uma vida igual a da família Jetson, o famoso desenho futurista, talvez tenha que esperar um pouco mais para ver os carros voando pelas ruas, mas o conceito e a aplicação das smarties cities já trazem excelência em mobilidade, segurança, além de diversos e-services que não conceberíamos existir.
O comportamento inovador e participativo no jeito de consumir também criou demandas que exigiram soluções criativas para segmentos como automotivo, beleza, saúde, bares e restaurante, turismo, economia criativa e digital. Só para citar e realçar avasta diversidade de empresas de serviços atendidas pelo Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae). O setor empregava em 2012 cerca de quatro milhões de pessoas. Sem falar dos Empreendedores Individuais que chegaram a quase 900 mil, de um total de 2,5 milhões. Os dados são da Relação Anual de Informações Sociais (Rais/2010). Em dez anos, as empresas mais competitivas já incorporaram as melhores práticas de negócios sustentáveis - preconizados anos antes na Rio+20 e Rio92 - inovando em processos, produtos e mercado sempre com foco na contínua melhoria de sua produtividade e na qualificação das pessoas.

domingo, 19 de agosto de 2012

ACABOU O FIM DE SEMANA. E AGORA?

Todo o trabalho é vazio a não ser que haja amor.
-- Khalil Gibran --


Todos nós passamos, em média, entre 65% e 70% do tempo no trabalho. Porém, quando falamos em qualidade de vida muitas vezes desconsideramos o expediente diário. Dedicamos tempo a melhorar a alimentação, fazer exercícios físicos ou beber os recomendáveis 2 litros de água diária, mas esquecemos do ambiente de trabalho.
Qualidade de vida começa no trabalho! Se você fizer o que lhe dá prazer - seja colaborando em uma empresa ou trabalhando por conta própria –, se valores da companhia forem compatíveis aos seus, se o ambiente for agradável, onde exista mais camaradagem do que competição e a liderança for inspiradora, você terá tudo para se sentir realizado.

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

MAIS QUE SEGUIDORES

"As companhias prestam muita atenção ao custo de fazer alguma coisa.
Deviam preocupar-se mais com os custos de não fazer nada."
-- Philip Kotler --


Sempre que alguém me pergunta sobre a forma que as pequenas empresas devem reconhecer e priorizar a utilização das redes sociais em suas estratégias de marketing penso não ter certeza do quanto elas entendem o poder da relação que as redes sociais promovem entre empresa e consumidor, ou se ainda estão intrigadas, confusas ou, simplesmente com medo das redes. Imaginar o poder das redes sociais é uma coisa, mas abraçá-las e usá-la a seu favor na sua empresa é outra completamente diferente.
Uma pesquisa da consultoria Maksen mostra que entrevistados no Rio de Janeiro e São Paulo veem mais riscos que benefícios nos sites, além de corporações não contarem com equipes para gestão dos perfis. Quatro a cada dez empresários brasileiros não acreditam que a presença nas redes sociais agrega valor ao negócio e 40% dos entrevistados afirmaram ver mais riscos que benefícios nas redes.

sábado, 11 de agosto de 2012

OTIMISMO NA CRISE

"Procuro semear otimismo e plantar sementes de paz e justiça. 
Digo o que penso, com esperança. Penso no que faço, com fé. 
Faço o que devo fazer, com amor. Eu me esforço para ser cada dia melhor, 
pois bondade também se aprende. Mesmo quando tudo parece desabar, 
cabe a mim decidir entre rir ou chorar, ir ou ficar, desistir ou lutar; 
porque descobri, no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir."
-- Cora Coralina --


Ser otimista em tempos de “vacas gordas” é um comportamento aparentemente fácil e que faz parte do cenário do melhor dos mundos. Mas como manter o otimismo nos momentos de perda? Como seguir sorrindo sem ter a certeza do cenário que irá encontrar?
Querer segurança em um mundo que se alimenta de mudanças é desejar o impossível. Entretanto, podemos manter uma vigorosa atitude positiva mesmo cercados de infortúnio e instabilidade. O que faz a diferença entre uma vida de realizações e uma existência vazia não são as coisas que acontecem conosco, mas a forma como reagimos àquilo tudo que nos acontece. Sei que pode parecer um discurso de autoajuda, mas garanto a vocês que é real.

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

DE VOLTA À ROTINA

A verdadeira viagem não está em sair à procura de novas paisagens, 
mas em possuir novos olhos.
-- Marcel Proust --


Para muitos profissionais, esta é a semana de volta à rotina. Por melhor que tenha sido o período de descanso quem retorna ao trabalho precisa de alguns dias para se adaptar, para (re)programar a execução de suas atividades, retomar a rotina e recuperar o ânimo. Dizem que o prazo de adaptação é de 15 dias e por isso, não tente acelerar o processo, pois você pode atrapalhar seu próprio rendimento.
Que as férias servem para que possamos descansar e recuperar as energias todos sabem, o que poucos têm em mente, no entanto, é que retornar ao trabalho não costuma ser tão fácil assim. Além de encarar o fato de estar fora do ritmo, normalmente logo nos primeiros dias já precisamos nos deparar com uma infinidade de e-mails na caixa de entrada, atender telefonemas e ainda checar demandas internas e externas que há tempos aguardam uma resolução.
Mas será possível fazer tudo isso em apenas 8 horas de trabalho? Obviamente, não. Por isso, antes de retornar às suas atividades, qualquer profissional precisa se conscientizar que sua adaptação à rotina acontecerá num prazo de 15 dias.

sábado, 4 de agosto de 2012

NO RECOMEÇO: AUTOCONFIANÇA

O mais importante para o homem é crer em si mesmo. 
Sem esta confiança em seus recursos, em sua inteligência, em sua energia, 
ninguém alcança o triunfo a que aspira.
-- Thomas Atkinson --


Na próxima semana, faço uma nova aposta com relação à minha carreira... Para alguns, pode parecer andar para traz. Para outros, a volta por cima. Pra mim, apenas mais um passo! 
Vários sentimentos se misturam. Várias certezas desmoronam. Vários sonhos se refazem.
Justamente por isso, neste sábado, resolvi reeditar um texto que escrevi sobre autoconfiança para a minha coluna "Boca no Trombone" no jornal MogiNews. Espero que gostem...

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

QUAL É O TAMANHO DA SUA CAMISA?

As equipes brilhantes são formadas por pessoas especiais que, em geral, se irritam umas com as outras. Mas, com a ajuda “espiritual” de um líder “iluminado”, encontram a forma de serem elas mesmas e ao mesmo tempo consagrarem-se como equipe.
-- Tom Peters --


Sempre que me deparo com gestores preocupados com o rótulo "funcionário", “colaborador” ou “empregado” no trato com seus liderados me questiono qual seria efetivamente a causa desse dilema. O que uma simples questão semântica realmente significaria na prática? Haveria junto a ela uma nova estratégia acompanhada de uma nova prática de gestão de recursos humanos?
A troca entre as palavras empregado, funcionário ou colaborador não é apenas uma questão de escolha. Trata-se de algo mais sério e que afeta diversos interesses e relações da empresa com seus prestadores de serviço.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Preferidos do Lounge Empreendedor