segunda-feira, 19 de setembro de 2011

COPA DO MUNDO E AS PEQUENAS EMPRESAS

A mil dias do início da Copa de 2014, o Sebrae fortalece sua ação junto as pequenas empresas e promove uma série de eventos com empresários nas 12 cidades-sede para divulgar os números locais de um levantamento da Fundação Getulio Vargas sobre 456 oportunidades de negócios que surgirão com o mundial.  Cerca de 6,8 mil empresários já participaram dos seminários em todo o Brasil.
Em 2014, São Paulo será muito mais do que a capital do turismo de negócios no Brasil. A cidade deve receber, segundo o Ministério do Turismo, cerca de 258 mil turistas estrangeiros e aproximadamente 1,2 milhão de visitantes de todo o país. Estima-se que cerca de 300 mil micro e pequenas empresas paulistas, de todos os setores, terão chances de crescimento econômico com a chegada do mundial de futebol.
O Mapa de Oportunidades de Negócios para Micro e Pequenas Empresas nas Cidades-Sede é um levantamento inédito e pode abrir os olhos daqueles que ainda sonham em iniciar um negócio próprio ou incrementar o seu negócio atual em decorrência da Copa do Mundo de 2014 (antes, durante e após os jogos do mundial). O setor de comércio concentra 51% das possíveis oportunidades, seguido pelo de serviços (30%) e indústria (19%).
O estudo mapeou nove setores de atuação: construção civil, tecnologia da informação, madeira e móveis, têxtil e vestuário, turismo, produção associação ao turismo, comércio varejista, agronegócios e serviços.
O destaque no estado de São Paulo fica por conta da tecnologia da informação, na qual foram identificadas 80 oportunidades de negócios. Em seguida, vem o agronegócio, com 75. Turismo e produção associada ao turismo levantaram juntas 139. Entre as oportunidades listadas em tecnologia da informação estão: serviço de suporte a distância (online) a equipamentos e sistemas de comunicação de dados; projeto e implantação de sistemas de proteção de redes (firewalls, contingências e outros); dispositivos para apresentação (Projetor, LED,TV, DVD) e soluções de gestão hoteleira.
No setor agrícola, as MPE devem ficar atentas, entre outros aspectos, ao cultivo de produtos para bares, restaurantes e hotéis, entre eles, frutas tropicais, flores e plantas ornamentais, plantas para condimentos (pimenta do reino, alecrim, cominho); serviços de rastreabilidade (cadeia produtiva dos bovinos); fabricação de cachaça, vinho, gelo, sorvete e armazenamento de produtos. Produtos genuinamente brasileiros normalmente têm boa aceitação junto aos turistas.
E por falar em turistas, no turismo e produção associada ao turismo, o estudo levantou oportunidades em: albergues, sorveterias, cama e café; confecção de brindes, sistema de credenciamento, serviços de aluguel de automóveis, ônibus, vans; cursos relacionados à segurança alimentar; locação de geradores; limpeza e manutenção; produção de vídeo e programas; organização de festas e tradução de textos.
Luiz Barreto
A Copa do Mundo é uma chance de aumentar a competitividade das micro e pequenas empresas brasileiras. Assim, ao identificarmos as oportunidades que serão geradas e os requisitos necessários, estaremos preparando as empresas para se desenvolverem antes, durante e, principalmente, após o evento. Este será o grande legado que a Copa do Mundo deixará para os pequenos negócios brasileiros”, destaca o presidente do Sebrae Nacional, Luiz Barretto.
Concordo com Barreto quando ele diz que precisamos ganhar a Copa dentro e fora do campo. São Paulo é o principal pólo empresarial do País, com 2 milhões de MPEs. Não podemos fechar os olhos às possíveis oporunidades!
"Devemos consolidar a cultura e o pensamento empreendedor, em prol das MPEs", afirma o deputado federal Vicente Candido. Ele ressalta também a importância do Simples Nacional e da figura do Empreendedor Individual (EI) para o fortalecimento das micro e pequenas empresas e para superação da crise econômica mundial pelo Brasil.
Guilherme Afif Domingos, vice governador do Estado, pontua que identificar as oportunidades de forma organizada, cuidando da engenharia humana, é um talento do Sebrae. "A festa será rápida, mas os resultados ficam, principalmente na área de qualificação de mão-de-obra". Afif lembra que São Paulo já tem 1,5 milhão de pessoas beneficiadas pela figura do EI e ressalta a importância da construção de um estádio na zona leste. "É a região mais populosa da cidade e a que menos gera emprego, criando problemas como o transporte publico ineficiente", explica, alertando a necessidade da criação de incentivos para que empresas de manufatura se instalem na região, "construindo um grande pólo gerador de mão-de-obra em São Paulo". O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, afirma estar feliz com a iniciativa do Sebrae. "É preciso se preparar com antecedência as potencialidades da cidade e do Estado de São Paulo, uma das cidades que mais crescem no mundo". Kassab diz que a prefeitura e o Sebrae são parceiros na iniciativa de gerar empregos e oportunidades para São Paulo, "esse é o momento da cidade se mostrar ao mundo".
Alencar Burti, presidente do Sebrae-SP, alerta que é necessário pensar no futuro: "Estamos no caminho certo, antecipando o que devemos fazer para as MPEs. É preciso prever o pós-evento, para termos uma repercussão interminável das oportunidades."Até 2013, por meio do Programa Sebrae 2014, serão investidos R$ 80 milhões em iniciativas para possibilitar que os pequenos negócios aproveitem as oportunidades da competição. Os recursos estão sendo aplicados em programas de consultoria, inovação e acesso a mercados, como o Sebrae Mais, Sebraetec e Centrais de Negócios. Em todo o país, o estudo revela 930 oportunidades de negócios para micro e pequenas empresas nas 12 cidades-sede.
Conheça os relatórios anexos:
Transparência, responsabilidade, atitude e atenção: esse é o caminho para a construção de uma grande Copa, não só para o mundo, mas principalmente para o Brasil!
Fique de olho e aproveite você também!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.
Ficarei feliz em conhecer sua opinião...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Preferidos do Lounge Empreendedor