segunda-feira, 16 de maio de 2011

GOSTARIA DE SABER ANTES DE NASCER

Na última semana, recebi um e-mail de um leitor do jornal Diário de Mogi elogiando os textos da série "Nem Todo Empreendedor Nasce Sabendo" e trazendo um reflexão deliciosa atribuída a Nélio da Silva.
O texto fala sobre as principais coisas que as pessoas poderiam saber antes de serem jogadas tão repentinamente nesse mundo. É claro que a vida perderia parte da sua graça se todas as lições estivessem em um manual de sobrevivência, mas achei o texto bem gostoso e concordo com grande parte das "coisas" que eu gostaria de nascer sabendo...


5 COISAS QUE EU GOSTARIA DE SABER ANTES DE ENTRAR NESTE MUNDO
(Nélio da Silva)

Algum tempo atrás eu não pude deixar de rir quando folheei, em uma livraria nos Estados Unidos, o livro “Dez Coisas que eu Gostaria de Saber antes de entrar no Mundo Real”. A autora é Maria Shriver, esposa de Arnold Schwarzenegger.
Eu fiquei pensando comigo mesmo: “Deixa disso, Maria...” Essa é uma criatura que nasceu e cresceu dentro da dinastia dos poderosos Kennedys, casou-se com o maior ator de filmes de ação de todos os tempo e hoje, é a primeira dama do estado da Califórnia! Deixando Maria de lado, o título do livro mexeu comigo e me fez pensar: Quais são as cinco (apenas cinco e não dez) coisas que eu gostaria de saber antes de entrar neste mundo tão real?
Eis aqui o que eu realmente gostaria de saber, com toda certeza, e que demorou um bocado pra eu entender a respeito desta vida:

1 - A vida não é justa.
Por que as pessoas não me disseram isso? Talvez elas tenham me dito, mas eu não ouvi. Aprendi que não devemos levar esse ponto muito a sério não; mas temos que ser realistas, afinal as Escrituras mostram, com riquezas de relato que realmente a vida não é justa.
Lição positiva: Apesar de que o melhor é aceitar aquilo que vem à nossa frente com a melhor atitude possível, o fato é que temos que, continuamente, dar o nosso melhor, sonhar grandes sonhos e fazer aquilo que é o melhor possível.
(Minha própria lição >>  Mesmo não parecendo justa, o que não sabemos são as lições que a vida nos trará no futuro. Até mesmo as situações mais aparentemente injustas podem ser o caminho para a conquista de grandes sonhos. "Tudo é uma questão de manter a mente quieta a espinha ereta e o coração tranquilo" - Walter Franco)

2 - As pessoas tem os seus favoritos.

A verdade é que não é o que você sabe que realmente importa, mas quem você conhece que faz toda a diferença! Isso porque muitas pessoas jogam o jogo do favoritismo. Na prática, as coisas funcionam da seguinte maneira: algumas vezes não importa se você é a pessoa mais capacitada ou tem a melhor oferta naquela licitação. As pessoas vão fazer seus acordos com as pessoas que elas realmente gostam e também com aquelas que lhes dão um tapinha nas costas, ou com aquelas que realmente sabem massagear outros egos.
Lição positiva: Creio que a lição a ser aprendida aqui é que enquanto lutamos para alcançar nossos sonhos, temos que desenvolver uma forte rede de sadios relacionamentos.
(Minha própria lição >>  A realidade da vida organizacional não vai desaparecer. É preciso aprender como o poder funciona dentro das empresas e estar apto a usar esse conhecimento para ajudar em nosso próprio desenvolvimento. Se você não é "amigo do rei", seja no mínimo duas vezes mais competente. Isso pode dar trabalho, mas dá sossego também)

3 - As pessoas vão te decepcionar.
Ser uma pessoa que faz o que diz pode ser uma bênção e uma maldição. Bênção porque sou capaz de olhar no espelho e ver a minha própria face todos os dias. Maldição porque a nossa tendência é ter uma expectativa muito alta das pessoas e certamente que elas irão nos decepcionar porque elas são humanas, pecadoras e trazem consigo a sua humanidade depravada e como conseqüência, não cumprem a sua palavra ou fazem aquilo que deveriam fazer. Eu poderia ter economizado muito estress emocional se eu soubesse disso antes de entrar nesse mundo.
Lição positiva: Devo diminuir em muito a expectativa que tenho das pessoas e entender que assim como elas, eu também sou falho e necessito constantemente da graça de Deus.
(Minha própria lição >>  Expectativa é o caminho mais rápido à frustração. Somos os principais responsáveis por nossas decepções, pois alimentamos expectativas sobre fatos ou sentimentos que ninguém nos prometeu. Durante anos, construi uma idéia mental de que a maioria dos meus problemas seria solucionado se eu fosse magra e bonita, já que capaz eu sempre soube que era. Direcionei todos os esforços para solucionar meu desejo e ainda adicionei a inteligência como cobrança pessoal sobressalente. Nada disso me poupou às decepções, falhas e lições da vida)

4 - Nem todas as pessoas querem crescer.

Ingenuamente eu achava que todas as pessoas gostariam de aprender e crescer. Eu pensava que todas as pessoas queriam ser melhores e se aprimorar naquilo que elas faziam. A realidade é que a maioria das pessoas não quer crescer. Essa é a razão pela qual existe uma coisa que nós chamamos de “média.” A maioria das pessoas querem mesmo é ficar onde elas estão.
Lição positiva: Não posso me conformar com a média. Deus me colocou neste mundo com um propósito, me deu dons e talentos e à semelhança do relato da Parábola dos talentos, vai chegar o dia em que terei de apresentar os dividendos daquilo que me foi entregue.
(Minha própria lição >>  "Você não é todo mundo, você é a Ana Maria" - minha própria lição nesse caso é uma resposta que minha mãe sempre me dava quando me falava "Não, você não vai" e eu, adolescentemente respondia "Mas, vai todo mundo". Não ser como todo mundo, me permite continuar a querer crescer ainda que ninguém mais pareça me acompanhar. Esse é meu dever comigo mesma")

5 - Casamento demanda trabalho e disciplina.
Um bom casamento requer muito trabalho. Quando jovem você pensa: “Vou encontrar a garota dos meus sonhos e com ela viverei feliz para sempre.” O que ocorre é que você se esquece que o seu cônjuge é um ser humano e você também é, na maioria das vezes! Viver debaixo do mesmo teto com alguém que tem as suas preferências, gostos e desgostos, personalidade, itinerários, agendas e sem mencionar alvos na vida, é algo que demanda muito trabalho!
Lição positiva: numa relação de casamento vão haver oportunidades mil para explodir, mas é também no casamento que estão as maiores fontes de felicidade. Sempre vale a pena investir tempo e energia em retirar o que existe de melhor nesta vida.
(Minha própria lição >>  Casamento é meu porto seguro, minha vida e encontro. Nem tudo são flores. Os opostos não se atraem pra sempre. É preciso encontrar objetivos que nos mantenham juntos. Casamento é a certeza de poder envelhecer ao lado de alguém com quem eu possa conversar, passear de mãos dadas com meu cabelinho roxo e sonhos adolescentes pra sempre)

Bônus: a despeito de tudo que mencionei acima, vale a pena viver esta vida! Nem todas as coisas mencionadas são “positivas” ou dignas de merecimento do nosso foco, mas elas são verdadeiras. Ser positivo não significa enfiar a cabeça num buraco do chão e evitar a negatividade da vida. Ser positivo significa ser realista, compreender os aspectos negativos da vida e optar pelo otimismo. Creio que o melhor cenário é o de lidar com o negativismo – com a melhor atitude possível – e direcionar o foco naquilo que é positivo (Fil 4:8).
A vida é boa, é dom e presente magnífico de Deus e eu posso fazer com que ela seja ainda melhor. Essas são apenas 5 lições dentre tantas que a vida tem me ensinado DEPOIS que entrei nesse mundo tão real. E dai? Bom, pelo menos aprendi essa lições e posso vivê-las pelo resto da minha vida com a maior intensidade possível! E eu espero que você também as viva."

Não há dúvida de que viver sem manual de sobrevivência e conviver com muitas pessoas nos torna melhor e aprendizes eternos. Durante a convivência aprendemos, ensinamos, trocamos informações e nos tornamos seres melhores e mais completos.
Somos resultado de uma grande miscigenação.
"Com-viver" é uma experiência muito rica! "Com-partilhar" engrandece.
Não perca essa chance.
Afinal, NINGUÉM NASCE MESMO SABENDO... 

Um comentário:

  1. Ana Maria, você tem toda razão, pois a vida não é justa, mas é bela. :)
    Gostei do artigo, como seria bom nascer sabendo um pouquinho mais sobre a dura realidade.
    Gostei da sua chamada para o artigo no Twitter:
    "Com-viver" é uma experiência muito rica! "Com-partilhar engrandece. Não perca essa chance.

    Att. @neigrando

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário.
Ficarei feliz em conhecer sua opinião...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Preferidos do Lounge Empreendedor