segunda-feira, 25 de abril de 2011

FELIZ AQUELE QUE TRANSFERE O QUE SABE E APRENDE O QUE ENSINA

“Não sei se a vida é curta ou longa para nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas. Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silêncio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo que sacia, amor que promove. E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira, pura enquanto durar. Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.”
(Cora Coralina)

Fotos: Fabiane Mello - Colégio Brasilis

Na última semana, fui surpreendida com um convite do Colégio Brasilis para ser jurada da VII Noite Poética com os alunos do Ensino Fundamental II e Médio. A iniciativa foi idealizada há oito anos e é realizada pelos professores do colégio junto aos seus alunos contextualizando conceitos e prática literária.
Em 2011, os alunos pesquisaram sobre a vida e a obra de Cora Coralina e criaram suas poesias tendo como tema a humildade, a vida, o amor e a maternidade. Na noite poética, os pré-selecionados apresentam suas poesias para uma comissão de jurados e também para seus pais, colegas e convidados.
Sem dúvida, um raro momento entre as prioridades de jovens e adolescentes do século XXI. Entre Tablets, Celulares, Nintendos DS ou PlayStations, lá estavam eles versando e recitando palavras de amor, homenagens à vida e a sorte.

“O amor existe desde o nascer. É algo bom de viver! Com ele, aprendemos a crescer.” (Maitê Piccolomini Bertaiolli – 5ª série)

“Vou falar de mulher humilde, com dificuldades, mas feliz. Usarei a arte de cozinhar para somente poder alegrar.” (Vinicius Zagne Dal Col - – 5ª série)

“Algumas pessoas esquecem que têm uma vida. Não aproveitam, não se cuidam e destróem a vida dos outros” (Karen Emi Nakiri Nicoliche – 5ª série)

“Mãe é uma antiga amiga, dá carinho, atenção e amor. Você nunca estará sozinho ao sentir o seu calor” (Bruna Nakamura Yamanaka – 6ª série)

“Amor... Algo que ninguém imagina, escolhe, sente ou prevê. Sensação que todo mundo já teve, tem ou vai ter” (Giovanna Maria de Melo Modesto – 6ª série)


“A vida é muito boa como o amor de uma família. A vida é um tesouro, um vasto mar de maravilha” (Guilherme Augusto Ferraz do Amaral – 6ª série)

Um dia antes da noite poética, recebi em casa uma delicada e bem cuidada apostila com as 14 poesias classificadas e passei boa parte da noite buscando classificá-las em critérios como criatividade, coerência, vocabulário, fluência/unidade rítmica e mensagem do texto. Ah! Que dificuldade... Confesso que deixei para dar as notas pessoalmente. E não me arrependo.
Uns após os outros, poetas e intérpretes subiam ao palco do Theatro Vasques, o teatro municipal de Mogi das Cruzes, e transformavam as doces palavras escritas no papel em um momento mágico. Alguns gaguejavam, outros esqueciam os versos ou faziam novas poesias na simplicidade de suas rimas, e os mais ousados... Ah, os mais ousados pareciam recitar em grande sarau.

“Aquele dia chegou... O dia de encarar meus medos e planejar o futuro. O dia de parar de sonhar e começar a realizar. O dia para sentir falta da velha vida que se encerra aqui. Adeus infância!” (Luiza de Oliveira Passos Jesus – 7ª série)

“Há pessoas que reclamam não sei exatamente do que. Há pessoas que aclamam que seja boa enquanto durar. Te apresento, esta é a vida.” (Ligia Mota Santos – 7ª série)

“Enquanto tiver forças mostrarei o meu valor e com minha humildade encontrarei o meu amor” (Marcos Vinicius Neri Jacoski – 7ª série)

“Seu rumo, sua decisão... Quer fazer história ou calar-se na solidão?” (Guilherme Pinheiro dos Santos – 8ª série)

“A amizade é um tipo de amor. Um amor mais doce e um mais salgado. Com você perto de mim vira um amor colorido e engraçado” (Vitória Carlos Piassa – 8ª série)

“Durante a vida fiz várias escolhas, tanto boas quanto ruins; mas de nenhuma me arrependo, foram as escolhas que fiz” (Júnia Prado Mangini – 8ª série)

A escola preparou a decoração e o ambiente para a noite com muito cuidado: uma linda lua emoldurava o palco, danças e músicas distraíam o público enquanto nós, jurados, resolvíamos as dúvidas sobre os critérios e as categorias da VIII Noite Poética do Colégio Brasilis.
Quisera ter premiado a todos e justamente por não poder fazê-lo, faço questão de trazer ao Lounge Empreendedor trechos pequenos de todos concorrentes. A vida é mesmo assim quando se resolve competir. Uma hora a gente ganha e em outras, apenas faz parte. Uma linda parte...

“Há um lugar aonde vou quando estou triste. É um lugar dentro de mim que nunca viste e que inventei para guardar o que sentisse” (Fernanda Figueira Tavares – 1º ano EM)

“Tempo, ah o tempo! Dá o chão, dá as asas... Prende, liberta... Faz rir, faz chorar. Tempo, ah o tempo! Esse sim é paradoxo!” (Natália Lemes Ribeiro dos Santos – 2º ano EM)

“Perdida no mundo, um coração sozinho. Vida liberta, vida sem colo, sem carinho. Estrela cadente: uma oração. Apareceu um mocinho. Roubou meu coração e entreguei minha vida em suas mãos” (Pamela Kaori Kabaya – 3º ano EM)

Um dos detalhes mais bem cuidados da noite foi a presença da única filha de Cora ainda viva e autora da biografia romanceada "Cora Coragem Cora Poesia”, Vicência Bretas Tahan.
Tive a grata satisfação de sentar praticamente ao seu lado durante toda a noite e de vê-la se preocupar os critérios do julgamento das poesias ou com a premiação de todos os ganhadores com livros sobre a obra de sua mãe.
Entretanto, a maior emoção estava por vir...
Aquela aparentemente frágil senhora recitou sem microfone e com muita emoção, “ESTAS MÃOS” de Cora Coralina encerrando a noite poética em 2011:


“Olhe para estas mãos
de mulher roceira,
esforçadas mãos cavouqueiras.

Pesadas, de falanges curtas,
sem trato e sem carinho.
Ousadas e grosseiras.

Mãos que varreram e cozinharam
Lavaram e estenderam
roupas nos varais.
Pouparam e remendaram.
Mãos domésticas e remendonas.

Íntimas da economia,
do arroz e do feijão
da sua casa.

Do tacho de cobre.
Da panela de barro.
Da acha de lenha.
Da cinza da fornalha.

Que encestavam o velho barreleiro
e faziam sabão.
Minhas mãos doceiras…

Jamais ociosas.
Fecundas, Imensas e ocupadas,
Mãos laboriosas.

Abertas sempre para dar,
ajudar, unir e abençoar.
Mãos de semeador…

Afeitas à sementeira do trabalho.
Semeando sempre.
Jamais para elas
os júbilos da colheita.

Mãos tenazes e obtusas,
feridas na remoção de pedras e tropeços,
quebrando as arestas da vida.

Mãos alavancas
na escava de construções inconclusas.
Mãos pequenas e curtas de mulher
Que nunca encontrou nada na vida.

Caminheira de uma longa estrada.
Sempre a caminhar.
Sozinha a procurar, o ângulo prometido,
a pedra rejeitada.”

E assim eu também finalizo esse longo, mas adorável post no Lounge Empreendedor. Poesia traz felicidade!
Fica a lição do Colégio Brasilis: estimular a cultura e a poesia é um caminho para formação de jovens diferenciados. Crer na possibilidade de retomar valores de tempos antigos também é inovar nas propostas pedagógicas e oferecer um caminho sólido na formação de cidadãos.
Parabéns a todos os envolvidos: alunos, professores, coordenadores e mantenedores. Tenho orgulho em ser um pouco “Brasilis” também.

2 comentários:

  1. Lindo, Lindo, Lindo, acho que você se empolgou e acabou fazendo deste post um poema para ressaltar e homenagear a noite poética realizada pelo Colégio Brasilis.
    Vc se supera a cada dia!
    Jorge Coelho

    ResponderExcluir
  2. olá,
    lindo o seu blog, cora coralina,´sábias palavras em forma de poesia.
    Nós somos de Minas Gerais estamos construindo o Parquescola Ecoetrix onde desenvolvemos trabalhos na área de bioconstrução e de maior conscientização ecológica e de educação ambiental,nós acreditamos que é preciso estar atento e agindo em prol do meio ambiente, daí a grande importância da sustentabilidade nos tempos atuais, para se ter um equilíbrio existencial dentro do planeta.
    Queremos convidar você para conhecer o nosso trabalho, acesse o nosso Blog http://ecoetrix.blogspot.com e confiram o nosso trabalho , um grande abraço.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário.
Ficarei feliz em conhecer sua opinião...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Preferidos do Lounge Empreendedor