quinta-feira, 8 de março de 2012

SER MULHER...


"Uma mulher bonita não é aquela de quem se elogiam as pernas ou os braços,
mas aquela cuja inteira aparência é de tal beleza
que não deixa possibilidades para admirar as partes isoladas."
(Sêneca)


Quando recebi o convite para participar da blogagem coletiva sobre o Dia Internacional da Mulher, fiquei pensando que tipo de texto eu poderia produzir que fosse alinhado com a proposta do Lounge Empreendedor, com dilemas que como mulher eu mesma enfrento e com você, que sempre que pode dá uma passadinha por aqui para me fazer uma visita...

Acabei optando por algo aparentemente óbvio pela data, mas super (hiper, mega, ultra) real... Afinal, como bem disse Silvia Azevedo no seu convite

"Sou profissional, dona-de-casa, mãe, esposa... mas sempre MULHER"


Ser boa mãe, excelente esposa, ótima dona de casa, profissional exemplar, boa amiga, ter um cabelo brilhante, um corpo atraente e uma conversa inteligente. Pode parecer exagero, mas hoje, o que mais vemos são mulheres nesta busca insana pela perfeição.
Perfeição que deveria estar no quanto cada uma de nós se sente agradecida pela vida, pelo que somos e pelas escolhas que fazemos para que nossos pensamentos, palavras e ações possam representar nossos verdadeiros valores e o legado que desejamos deixar ao mundo.
Perfeição que muitas vezes custa o uso de antidepressivos e ansiolíticos, pois no desejo de atender a tantas expectativas irreais, nos afastamos das conversas com as amigas e de nossas reais aspirações e anseios, deixando um vazio no fim de cada dia.
Viver a vida e os sonhos de outras pessoas e esquecer-se de olhar para dentro de si é o caminho mais rápido para a insatisfação. De que adianta ganhar flores neste dia 08 de março sem entender o nosso próprio papel no mundo?
Você já parou para refletir sobre o que realmente traz desafios e realização em sua vida? Já refletiu sobre sua visão de futuro e missão de vida?
O paradigma da responsabilidade da gestão da família ou da economia doméstica deixou um rastro na mente das mulheres criando o mito de que sempre devemos estar prontas a cuidar dos outros e abrir mão de nossos próprios desejos. Não há senso de justiça que sobreviva desta forma.
Está em nós mesmas a capacidade para mudar essa visão. Sempre há tempo para seguirmos um caminho melhor. Sempre há uma escolha diferente a fazer ou uma nova forma de pensar. Seremos apenas mais uma mulher ou seremos a mulher que faz toda a diferença em seu lar, em seu trabalho e na sociedade?
A cada ano, a discussão sobre a distinção entre os gêneros no ambiente de trabalho vai ficando mais ultrapassada. Homens e mulheres são mesmo diferentes, mas podem ser também complementares. Trabalhar e crescer em uma empresa não tem a ver com o enfoque feminino ou masculino, mas sim com eficácia e competência que não escolhem nem gênero nem cor.
O que determinará seu sucesso não é o seu sexo, mas sim sua capacidade de identificar sua missão, de sonhar, de ter planos e atitudes em prol de sua realização. Não sou o tipo de pessoa que goste de levantar a bandeira feminista e sou totalmente contrária à máxima “vamos tomar os lugares dos homens”, pois acredito que cada um de nós tem seu próprio lugar ao sol, se utilizarmos as nossas diferenças como competências complementares.
Neste Dia Internacional da Mulher, não pense apenas nas flores ou nas homenagens, mas em honrar o simples fato de sermos mulheres e nos empenharmos na construção de nossa felicidade como fator determinante para contribuirmos para um mundo melhor. Esqueça a perfeição. Não sofra tanto. Busque sua própria realização e deixe o resto acontecer.
A exigência por qualidade e eficiência é uma característica empreendedora, mas se levada ao extremo pode nos deixar com a sensação de nunca sermos boas o suficiente. Equilíbrio é fundamental! Se a busca pela perfeição não for exagerada, sem uma cobrança excessiva da própria performance ou do desempenho de nossos pares, nossa dedicação pode ser um fator poderoso, que aumenta nossas chances no mundo dos negócios e certamente, as possibilidades que teremos no futuro.
Lembre-se que mulheres felizes e realizadas têm melhores condições para gerar negócios mais prósperos, equipes mais competentes e filhos mais felizes. Autoestima e alegria são deliciosos ingredientes para sermos melhores esposas, profissionais, amigas, amantes ou seja lá o que desejarmos ser.
Descubra quem é você! Não espere que o mundo lhe traga essa resposta. Trave sua própria luta interna, pacífica e que lhe dignifique eternamente fazendo com que prevaleça não o gênero, mas sua inteligência e competência, única e exclusivamente. Não será esse o caminho para um mundo mais feliz?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.
Ficarei feliz em conhecer sua opinião...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Preferidos do Lounge Empreendedor