terça-feira, 1 de março de 2011

EMPREENDEDORISMO FEMININO


“Quando a mulher assume alguma posição de autoridade, ela é vista como estando um pouco fora de seu papel. Mas isso era até agora. Daqui pra frente as meninas podem querer ser presidentas e vai ser visto como uma coisa normal e natural uma mulher assumir a liderança. Quando você quebra um paradigma, a primeira reação é de estranheza, depois as pessoas se acostumam.”

“Você já viu algum homem que chega à direção do país ser chamado de duro? É porque são homens. É esperado da mulher uma fragilidade fora do comum. A mulher pode ser fisicamente mais frágil, mas não necessariamente é menos forte do que o homem por dentro.

“No fim, o que importa é lutar pela vida. Ao lutar pela vida você a valoriza. A solidariedade é um gesto fundamental porque é a experiência humana transmitida de forma carinhosa a outra pessoa.”
(Dilma Rousseff no programa Mais Você - 01/03/2011)

Hoje pela manhã, terça-feira (1º), confesso que fui surpreendida com a informação de que a presidente Dilma Rousseff estava sendo entrevistada por Ana Maria Braga, no programa “Mais Você”, da TV Globo.
Estive tão envolvida na preparação de um evento da empresa que, se alguém já havia dado o furo antes, eu ainda não tinha visto.
Não sou uma mulher que defende o gênero como motivo de competência e reconhecimento e todo o mês de março me incomodo em ser valorizada como se isso não fosse necessário em outros meses.
Entretanto, tenho que reconhecer que vivemos um importante momento: presidenta eleita democraticamente, líderes femininas em grandes empresas, mulheres assumindo atividades fora dos lares e contribuindo para a economia formal do país.
Sei que tenho a sorte (se é que sorte existe) de trabalhar em uma empresa que não faz distinção salarial entre gêneros, mas não fecho os olhos para a necessidade de incentivar políticas sérias para inserir cada vez mais a mulher no mercado de trabalho e exigir salários equivalentes aos dos homens.
Dilma demonstrou uma surpreendente desenvoltura na entrevista, uma habilidade de fazer inveja ao ex-presidente Lula nos seus melhores momentos e me fez muito feliz ao se comprometer com o apoio ao empreendedorismo feminino brasileiro.
Desejo que, não apenas no mês de março, sua fala ecoe em boas possibilidades as pequenas empresas brasileiras.


Dilma Rousseff reforça apoio às mulheres empreendedoras
“Quem abre mais pequenos negócios é a mulher", afirma presidenta da República

Brasília - A presidenta Dilma Rousseff afirmou nesta terça-feira (1º) que dedicará atenção especial às mulheres empreendedoras. “Quem abre mais pequenos negócios é a mulher. Há uma série de atividades em que ela é especialista. A mulher é ótima, por exemplo, na indústria de alimentação e é capaz também de fazer uma quentinha e distribuir. Vamos dar suporte para que isso ocorra, com apoio, curso, isenção tributária e microcrédito”, ressaltou a presidenta.
A declaração foi dada durante entrevista ao programa Mais Você, apresentado por Ana Maria Braga, na TV Globo.
De acordo com a última pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM), dos 18,8 milhões de pessoas à frente de empreendimentos em estágio inicial ou com menos de 42 meses de existência no Brasil, 53% são mulheres e 47%, homens.
Em 2009, além do Brasil, apenas outros dois países registraram taxas de empreendedorismo feminino mais elevadas que as dos homens: Tonga, com 61%, e Guatemala, com 54%. Já as brasileiras estão praticando um empreendedorismo cada vez mais planejado e consistente. Sobre este aspecto, o estudo constatou que dos empreendedores por oportunidade 53,4% são mulheres e 46,6%, homens.
Dilma Rousseff também voltou a afirmar que pretende criar um ministério para as micro e pequenas empresas. “Nós queremos formalizar a economia informal. Vamos facilitar, proteger e dar financiamento e isenção tributária. Eu vou inclusive criar um ministério para a pequena e micro empresa, porque você não pode exigir o mesmo tipo de tratamento de uma grande empresa ou de uma média e de uma micro”, disse.

Serviço
Agência Sebrae de Notícias: (61) 3243-7851/ 3243-7852/ 8118-9821/ 9977-9529
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
twitter.com/sebrae
facebook.com/sebrae

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.
Ficarei feliz em conhecer sua opinião...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Preferidos do Lounge Empreendedor