quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

PONTO DE EQUILÍBRIO


NEM TODO EMPREENDEDOR NASCE SABENDO

Poucas empresas sabem definir com exatidão quais são as quantidades mínimas de produtos a serem produzidos ou vendidos para que tenham resultados positivos ao final de um ano de atividade. Embora muitos empresários afirmem conhecer o significado do termo Ponto de Equilíbrio, poucos utilizam essa técnica de forma útil ou de fácil aplicabilidade. Se soubessem o quão importante é o conhecimento deste indicador para a sobrevivência de um empreendimento, jamais se permitiriam desconhecê-lo.
Mesmo com a evolução no nível de conhecimento em gestão, muitas micro e pequenas empresas ainda não sobrevivem ao primeiro ano de vida. Em alguns casos por desconhecimento do ramo de atividade, em outros por falta de planejamento, mas, na maioria dos casos, por completo descontrole administrativo. Descontrole tão grave que às vezes o empreendedor se ilude pensando que está obtendo lucro, mas, quando menos espera, se surpreende com o caixa completamente "no vermelho".
Muitos acreditam que se as receitas forem iguais às despesas fixas (aluguel, salários, condomínio, combustível, material de expediente, pró-labore, etc.) estarão pelo menos "empatando", como se diz na gíria. A falência é uma questão de tempo. Por isso, vamos desvendar mais um conceito que nem todo empreendedor nasce sabendo: ponto de equilíbrio.
Do inglês break-even-point, o ponto de equilíbrio informa ao empreendedor o volume necessário de vendas, no período considerado, para cobrir todas as despesas (fixas e variáveis) incluindo o custo da mercadoria vendida ou do serviço prestado. Sua análise possibilita que o negócio equilibre o nível da produção ou das vendas em quantidade e/ou valor em relação à totalidade de seus custos.
Em outras palavras, significa a representação do faturamento mínimo que a empresa tem que atingir para que não amargue prejuízo, mas em que ainda não estará obtendo lucro. No ponto de equilíbrio, o resultado, ou lucro final, é igual a zero.
Seu cálculo e análise podem estar realizados sob três aspectos: contábil, econômico e financeiro.
O ponto de equilíbrio contábil ou operacional é o mais comum e tradicional para análises onde o valor das receitas iguala-se ao das despesas. É o resultado simples da divisão dos valores dos custos e despesas fixas pela margem de contribuição unitária. Nessa conta, não haveria lucro e nem prejuízo contábil. Esse, sim, é o momento do "empate".
O ponto de equilíbrio econômico leva em consideração além dos custos gerados pela própria empresa, o valor do custo da oportunidade do mercado para o capital investido. Caso a previsão de receitas da empresa esteja abaixo do ponto de equilíbrio econômico, significa que se você ficar em casa com o dinheiro aplicado em banco obterá um retorno melhor que seu próprio negócio. Seu valor se dá através do cálculo da soma dos custos e despesas fixas com o valor de um lucro mínimo estipulado que atenda às suas próprias exigências.
Já o ponto de equilíbrio financeiro leva em consideração as variações patrimoniais nos custos fixos que embora não signifiquem desembolsos para a empresa, devem ser confrontados nas receitas, pois fizeram parte da constituição do seu negócio. Um exemplo clássico é a depreciação de ativos. Certamente, esse é o cálculo mais completo e detalhado para avaliação do seu negócio.
Mas não se desespere! Não tenho a pretensão de que um post no Lounge Empreendedor lhe prepare para realizar todos os cálculos sozinhos. O mais importante é que possa entender a importância da correta definição do Ponto de Equilíbrio do seu negócio e que saiba identificar possíveis descontroles ou variações.
Assim como nem todo empreendedor nasce sabendo; nem todo empreendedor precisa ser o responsável por todos os aspectos da gestão do negócio. À você, caberá tomar acertadas decisões para corrigir em tempo hábil os resultados negativos e aproximar seu negócio das metas de lucratividade que deseja obter.
Equilíbrio e sucesso!

ANA MARIA MAGNI COELHO
Publicado em O Diário Empresarial
27 de janeiro de 2011
Série "Nem todo empreendedor nasce sabendo"

2 comentários:

  1. Leonardo Rosado Soccol25 de janeiro de 2012 10:04

    Preciso muito da ajuda de voces.

    Olá bom dia a todos. Seguinte. estou em uma duvida muito importante. espero ser ajudado. Entrei neste site aqui citado.... http://www.becocomsaida.blog.br/2009/05/o-que-e-e-como-calcular-o-ponto-de-equilibrio-da-minha-empresa/ mas nao entendi..

    PE = Custo fixo/IMC (índice da margem de contribuição).

    Portanto, inicialmente calcule:

    •O valor total do custo fixo mensal.
    •O índice da margem de contribuição.
    Para calcular o índice da margem de contribuição utilize o DRE.

    Modelo de Demostrativo de Resultados – DRE

    Itens Valor %
    1 – Vendas 30.000,00 100% Seria o total de vendas??
    2 – Custos das Mercadorias Vendidas 15.000,00 50% seria o custo da mercadoria quando comprada?
    3- Despesas Variáveis
    3.1 – Impostos 3.000,00 10%
    3.3 – Comissões 1.500,00 5%
    4 – Margem de Contribução (1-2-3)* 10.500,00 35% seria a margem de lucro ??
    5 – Despesas fixas 7.500,00 25%
    6- Lucro Líquido (4-5) 3.000,00 10%

    *Indíce da Margem de Contribuição: 35/100 = 0,35
    como achar o indice de margem de cont.. como eles acham as porcentagem ??
    Assim, após ter em mãos as duas informações, divida o custo fixo pelo índice da margem de contribuição e terá o ponto de equilíbrio mensal da sua empresa.

    PE (R$) = Custo fixo/IMC (Índice Margem de Contribuição)

    PE (R$) = R$ 7.500/0,35 = R$ 21.428,57

    att
    leonardo soccol

    ResponderExcluir
  2. Leonardo, tudo bem?
    Seu simples interesse no entendimento do ponto de equilíbrio do seu negócio já um ótimo passo para a gestão correta do seu negócio.
    Confesso que fiquei confusa com os números e percentuais que você descreveu no post. São número do blog Beco com Saída ou são do seu próprio negócio?
    Que tal agendar uma consultoria financeira online?
    Entre em contato no 0800 570 0800 e informe sua necessidade em calcular o ponto de equilibrio da sua empresa.
    Você vai ficar mais tranquilo.
    Um abraço e sucesso.
    @AnaMariaCoelho

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário.
Ficarei feliz em conhecer sua opinião...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Preferidos do Lounge Empreendedor