quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

ENIGMA DO ENCANTO


Quando uma pessoa chega diante do mar pela primeira vez, fica impactada pela beleza e pela força que vê diante de si. Os olhos brilham, o coração se enche de vigor e o corpo estremece. Já quem mora de frente para a praia esquece a maresia, o cheiro e a força dessa maravilha. Olha e não vê, vê e não enxerga, enxerga e já não sente mais nada...
Depois de meses planejando uma viagem, quando um turista desce no aeroporto de uma cidade desejada, quando vê monumentos e ruas que antes só via na TV, quando percorre ruas que antes eram sonhos, fica entusiasmado, tira milhares de fotos, compra postais e jura que um dia vai voltar e reviver essa emoção.  Mesma emoção que passa despercebida por quem mora no mesmo lugar e muitas vezes até quer se mudar pelo incômodo que os turistas causam à sua rotina.
Quando alguém se apaixona por uma pessoa, move mundos e fundos para conquistá-la. Faz coisas que parecem ridículas, contém seus próprios vícios, fala manso, ri muito, capricha nas roupas, cerca a pessoa de todas as formas. Depois de algum tempo da conquista, o comportamento se dissipa e a pessoa se transforma: já não beija mais como antes, não leva flores nem bombons, esquece-se até de mudar de roupa, e por fim, esquece do amor que um dia existiu.
Mas por que o sonho torna-se tão efêmero? Por que a conquista deixa de ter valor?
Uma das causas mais prováveis é porque, normalmente, desejamos apenas o cume da montanha ou a onda mais vigorosa. Esquecemos o bom viver, tornamos a vida uma eterna busca de expectativas irreais, uma procura ansiosa e constante daquilo que pode ser apenas um ideal. Deixamos de curtir a estrada e seus contornos para nos encantar com o fim da viagem.
Por isso, antes de comer uma comida saborosa, cheire seus odores, aprecie a arrumação no prato, prove cada cor, cada sabor e coma devagar.
Antes de terminar um relacionamento, examine a si mesmo. Será que o aquilo você cobra no outro, você oferece na mesma medida? 
Antes de sair do emprego pergunte-se: será que fiz o melhor pelo ambiente e pelas pessoas?
O encanto está nos nossos olhos, o desencanto em nossos corações.
Faça seu coração vibrar diariamente e deixe-se levar pela emoção todos os dias. Descubra o novo no velho e faça de cada dia uma novidade repleta de detalhes amorosos do seu ser. Valorize a simplicidade das pequenas coisas. Visualize as situações por todos os ângulos possíveis.
A vida fica muito mais leve quando aprendermos a dar valor aquilo que está ao alcance!

ANA MARIA MAGNI COELHO

2 comentários:

  1. Um dos melhores textos do Lounge Empreendedor... é na simplicidade que reside um encanto mágico da vida. É bom saber, é melhor ainda sentir que: além de uma bela mulher de conhecimento empreendedor extraordinário, nossa amiga Ana é acima de tudo uma doce menina que conhece muito bem o verdadeiro sentido da vida.

    Parabéns Ana... você é encantadora

    BrunoB

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do blog olhe o meu lá
    http://gabyziinhacontigo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário.
Ficarei feliz em conhecer sua opinião...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Preferidos do Lounge Empreendedor