sábado, 9 de junho de 2012

CURTINDO A VIAGEM

"Quantas vezes a gente, em busca da ventura,
Procede tal e qual o avozinho infeliz:
Em vão, por toda parte, os óculos procura
Tendo-os na ponta do nariz!"
Mario Quintana


Costumo dizer que alegria de qualquer blogueiro é ter muitos comentários para moderar e responder (ainda que dê trabalho, duvido que exista um único blogueiro sequer que não se alegre com a participação de várias pessoas em seus textos... Nossa!!! Lembrei do Ale Rocha, amigo e principal incentivador do Lounge Empreendedor). Alguns destes comentários - inesperados, surpreendentes e carinhosos, mexem verdadeiramente comigo ao me fazer revisitar textos antigos aqui do Lounge Empreendedor.
Por mais que a proposta do blog seja falar sobre vários aspectos de gestão, liderança e competitividade das pequenas empresas, existem muitos textos com uma abordagem comportamental sobre o que é ser empreendedor (se você não conhece o Lounge, estou aqui apresentando-o a você!).  Textos que continuam com total sinergia com sentimentos e emoções que trago comigo.  Essa semana foi assim: me vi novamente encantada pela simplicidade de novos (e dos "velhos") momentos da vida empreendedora!
Por isso, reeditei um texto de anos atrás... Espero que faça sentido pra vocês também ;-)
Quando uma pessoa chega diante do mar pela primeira vez, fica impactada pela beleza e pela força que vê diante de si. Os olhos brilham, o coração se enche de vigor e o corpo estremece. Já quem mora de frente para a praia esquece a maresia, o cheiro e a força dessa maravilha. Olha e não vê, vê e não enxerga, enxerga e já não sente mais nada...
Depois de meses planejando uma viagem, quando um turista desce no aeroporto de uma cidade desejada, quando vê monumentos e ruas que antes só via na TV, quando percorre ruas que antes eram sonhos, fica entusiasmado, tira milhares de fotos, compra postais e jura que um dia vai voltar e reviver essa emoção. Mesma emoção que passa despercebida por quem mora no mesmo lugar e muitas vezes até quer se mudar pelo incômodo que os turistas causam à sua rotina.
Quando alguém se apaixona por uma pessoa, move mundos e fundos para conquistá-la. Faz coisas que parecem ridículas, contém seus próprios vícios, fala manso, ri muito, capricha nas roupas, cerca a pessoa de todas as formas. Depois de algum tempo da conquista, o comportamento se dissipa e a pessoa se transforma: já não beija mais como antes, não leva flores nem bombons, esquece-se até de mudar de roupa, e por fim, esquece do amor que um dia existiu.
Mas por que o sonho torna-se tão efêmero? Por que a conquista deixa de ter valor?
Uma das causas mais prováveis é porque, normalmente, desejamos apenas o cume da montanha ou a onda mais vigorosa. Esquecemos o bom viver, tornamos a vida uma eterna busca de expectativas irreais, uma procura ansiosa e constante daquilo que pode ser apenas um ideal. Deixamos de curtir a estrada e seus contornos para nos encantar com o fim da viagem.
Por isso, antes de comer uma comida saborosa, cheire seus odores, aprecie a arrumação no prato, prove cada cor, cada sabor e coma devagar. Antes de terminar um relacionamento, examine a si mesmo. Será que o aquilo você cobra no outro, você oferece na mesma medida? Antes de sair do emprego pergunte-se: será que fiz o melhor pelo ambiente e pelas pessoas?
O encanto está nos nossos olhos, o desencanto em nossos corações.
Faça seu coração vibrar diariamente e deixe-se levar pela emoção todos os dias. Descubra o novo no velho e faça de cada dia uma novidade repleta de detalhes amorosos do seu ser. Valorize a simplicidade das pequenas coisas. Visualize as situações por todos os ângulos possíveis.
As mudanças são inevitáveis e a maior dádiva da espécie humana (e também sua maior desgraça) é que exista o livre arbítrio. Não se feche às oportunidades em função do dogmatismo, da arrogância ou do medo, mas não deixe se de encantar e celebrar as conquistas que já viveu. A vida fica muito mais leve quando aprendermos a dar valor aquilo que está ao nosso alcance.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.
Ficarei feliz em conhecer sua opinião...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Preferidos do Lounge Empreendedor