segunda-feira, 11 de março de 2013

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL


Um artifício para desenvolver você e sua equipe

 

Você já ouviu falar em inteligência emocional? Sim, ela existe e é tão importante para nós, mulheres empreendedoras, quanto o “saber fazer” qualquer atividade que hoje faça nossa empresa acontecer.
O modelo de inteligência emocional foi concebido por Daniel Goleman e é baseado sobre o controle de nossas próprias emoções, sobre a autoconsciência e a busca do saber de nossos próprios sentimentos, e por que nos sentimos “assim ou assado” em determinadas situações. É como se fôssemos gerentes de nossas emoções. Mas, também é sensível sobre a forma como as outras pessoas estão sentindo, identificando as emoções da outra pessoa, e então finalmente conseguindo equalizar as emoções de uma equipe da melhor maneira para todos.
Parece um sonho, né? Mas, não é...
Gerenciando emoções você realmente constrói uma equipe, uma organização. Esta é a melhor forma de manter os membros da equipe inspirada. Se você já esteve em uma equipe de alto desempenho, deve se lembrar de que ela só inspira, de que é repleta de energia, mesmo que haja estresse e desafio. E mais: sempre há um líder, como parte desse processo, para conduzir os caminhos e motivar a criatividade.
E esse é o seu papel, minha amiga empreendedora, ser a líder do processo. Ajudar a sua equipe a desenvolver o sentimento de pertencimento ao seu negócio, construir no time o respeito mútuo, oferecer opções de escolhas e sempre (e eu disse sempre) estar em processo de empatia com sua equipe.
Se você conseguir que todo mundo se sinta pertencendo ao seu negócio – mesmo que você não goste de todos igualmente para um happy hour na sexta a noite - é bem mais fácil criar um vínculo e descobrir alguma parte deles que minimize futuros conflitos. Lembre-se: seu desafio é conhecer mais e profundamente sobre os valores, crenças e emoções de seu time de trabalho para que possa aproveitar os benefícios da inteligência emocional.
Novamente, se você não gosta de alguém, tudo bem, mas você tem que mostrar respeito, e criar uma energia positiva por ser respeitosa. Use sua mente como uma lanterna para olhar para o que você pode aprender com alguém. Ninguém é tão sábio que não tenha nada a aprender, nem tão leigo que não tenha nada a ensinar!
Sobre oferecer opções de escolhas, há um consenso que diz que as pessoas querem sentir que têm poder sobre si mesmas. É por isso que uma pergunta é tão importante em qualquer atividade, liderança e poder para dar às pessoas a impressão de que a escolha é dela. Quando você delega e faz as perguntas certas, você abre possibilidades para que as pessoas brilhem. Pense nisso como seus filhos. Você quer que seus filhos sejam mais inteligentes do que você. Deixe que as pessoas que seguem você sejam mais inteligente do que você, que façam melhor do que você. Isso só beneficia seu próprio negócio.
E se você quer mesmo ser um mestre em inteligência emocional, ser capaz de "entender a dor" e se colocar no lugar do outro é muito importante. Ajude a todos - inclusive você – a superar dificuldades. O futuro é o futuro. O passado é o passado. "Coloque as cartas na mesa” para lidar com os conflitos. 
Entenda que é melhor um tapa na cara com a verdade do que beijo por uma mentira. Seja um líder que diz a verdade, mas dizê-lo com empatia. Diga-o com a ligação feita com a sinceridade da construção dos passos anteriores, porque os líderes sem vínculos emocionais dificilmente irão obter bons resultados de suas equipes.
Que tal experimentar essa tarefa durante a semana? Estou por aqui se precisarem de ajuda. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.
Ficarei feliz em conhecer sua opinião...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Preferidos do Lounge Empreendedor