sexta-feira, 27 de novembro de 2009

UM SONHO EM FUNCIONAMENTO


Iniciar-se no mundo dos pequenos negócios é um desejo de muitas pessoas. Algumas por oportunidade, outras por necessidade ou ainda pelo desejo de manter-se ativo após a aposentadoria ou para manter-se mais próximo de seus familiares.
Definição das causas à parte, o fato é que para passar a ser empresário você pode iniciar o seu próprio negócio ou comprar uma empresa que já está em funcionamento.
Seja qual for a sua opção é preciso que se faça uma análise muito criteriosa do seu perfil em relação ao negócio pretendido. Você gosta do ramo de atividade? Tem aptidão para ser empreendedor? Uma única resposta negativa já expõe uma debilidade que poderá implicar no insucesso de sua nova empreitada.
Para analisar a opção da compra de um negócio já em funcionamento, pense nele como se fosse comprar uma casa. Uma casa pronta, por melhor que seja, poderá não corresponder a todas as suas expectativas e sonhos, mas em contrapartida, não traz todas as responsabilidades para construção e regulamentação. Basta levar suas coisas e começar a usar! É certo que em muitos casos, você precisará se adaptar às suas paredes ou reformar aquilo que não se enquadra a você, mas de qualquer forma, não deixa de ser a sua “tão sonhada casa própria”.
Com uma empresa podemos usar os mesmos critérios, com algumas novas variáveis como a maturidade da empresa a ser adquirida, o mercado em que ela atua e todas as suas questões legais: regularidade no recolhimento dos tributos, alvará de funcionamento, contratos de locação e de constituição da sociedade, cartão do CNPJ, cartão de inscrição estadual, as últimas declarações de Imposto de Renda da Pessoa Jurídica, livros contábeis...
Ufa! Não é simples também!
Para não ter problemas, não economize nem se precipite neste momento; busque o auxílio de um contabilista e de um advogado antes de fechar o negócio.
E lembre-se que para a definição do valor a ser pago, será necessária a análise de seus ativos tangíveis, como imóveis, equipamentos e estoques assim como dos ativos intangíveis, como marca, clientela, tecnologia em uso, equipe formada, ou seja, o tempo que ela está operando no mercado e o lucro líquido que vem gerando ao longo dos últimos anos.
Não esqueça que, mesmo optando por uma empresa em funcionamento, é preciso muito planejamento para entrar nesse mundo empreendedor que se constitui de caminhos tortuosos e de obstáculos que se apresentam, à primeira vista, até intransponíveis e assustadores, mas que com ajuda de profissionais orientados, algumas técnicas de gestão, talento e competência você encontrará a capacidade de transpor com sucesso qualquer dificuldade e ver seu sonho realizado, seu futuro garantido e qualquer sacrifício recompensado!


Ana Maria Magni Coelho
Publicado em O Diário Empresarial
27 de novembro de 2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.
Ficarei feliz em conhecer sua opinião...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Preferidos do Lounge Empreendedor